Mudar não é fácil

Mudar um hábito, um comportamento ou um processo na empresa e que estamos acostumados a realizar, implica em “pagar um preço”. As pessoas falham em alcançar seus objetivos relacionados às mudanças porque não levam em consideração esse fato.

Pode parecer simples ao escrever sobre isso, mas não é , pois, significa inibir no cérebro , a antiga maneira de fazer e passar a fazer da nova maneira.

Precisa POTENCIALIZAR A MENTE

cerebro caminhos

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Uma ideia sobre “Mudar não é fácil

  1. Luciano Rodrigues

    Muito bom Marynês Pereira, sinto a dor inclusive nos ossos dessa mudança de comportamento. Há 2 anos, abandonei uma carreira promissora na área financeira com o proposito de ajudar as pessoas a se sentirem mais felizes no trabalho. Com dados como 64% das pessoas querendo mudar de atividade em 2014, a insatisfação faz parte da maioria dos profissionais brasileiros. Hoje realizo treinamentos voltados para as áreas comerciais e tenho desenvolvido uma metodologia que prepara de maneira lúdica, os profissionais tão exigidos desta área para depois apresentar-lhes ferramentas e tecnicas precisas de desenvolvimento em vendas. Tenho me esforçado muito e acredito contribuir cafa dia um pouco mais com esta angustia da insatisfação das pessoas em suas atividades e percebo que realmente de uma forma ou de outra, tenho que pagar o preço das minhas escolhas. Tenho hoje uma linda família, trabalho com o que realmente sinto prazer em acordar todos os dias, mas ainda não consegui chegar na renda que possuia anteriormente. Este é o ponto onde acredito ter sacrificado por ter tomado esta decisão, contudo, estou a cada dia chegando mais próximo deste primeiro objetivo, por que sei que amanhã isto não significará nada pra mim, mas o tempo de hoje deste sim sentirei falta. Um abraço e sucesso pra você Marynês

  2. marynes

    Luciano muito lindo e corajoso o seu depoimento e agradeço. Sim, as escolhas tem um preço, mas se soubermos administrar o que perdemos, teremos a certeza de quanto ganhamos. Conheço pessoas que não largam empregos devido ao dinheiro, mas gastam tudo com doença, futilidades que nunca suprem o imenso vazio. Algumas profissões como a área financeira, remunera mais que a área educacional, sem dúvida, mas a felicidade na área que amamos , abre nossa mente para novas oportunidades e como consequencia, temos chances de ganhar mais, também. Desejo sucesso em sua jornada fazendo a diferença para as pessoas.
    Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.