Arquivos da categoria: Artigos

Como mudar a minha realidade para melhor?

 

 

Meus clientes de Executive Coaching perguntam como eles podem mudar a realidade em que se encontram? Por que embora pensem positivo, as coisas não acontecem como eles gostariam? O que a ciência sabe sobre isso?

 

Não é tão simples como alguns querem parecer que basta pensar positivo e as coisas acontecerão. Isso vem originando sentimentos de frustração e incompetência em alguns profissionais que quando me procuram, não conseguem entender porque a carreira deles não decola ou o que está acontecendo, pois, eles mantém o pensamento positivo e mentalizam a realidade que querem viver.

 

É preciso unir 4 pilares que mobilizam a energia necessária para se criar a realidade que tanto desejamos e a física quântica estudou 4 deles: INTENÇÃO + EMOÇÃO + FORTE PROPÓSITO + CONSCIÊNCIA.

 

Para que você consiga concretizar a realidade que você imagina, antes de qualquer coisa , você precisa entender que o sua realidade é ocorre graças ao processo que você criou em sua rede neural. Graças ao que você acredita, teve de experiência em sua vida, seu grau de conhecimento, etc. você reagirá ao ambiente baseado em seu ponto de vista. Portanto, sua vida é resultado de suas crenças que podem ser limitantes e um verdadeiro muro virtual para suas realizações.

Por exemplo: um profissional tem a oportunidade de mudar de país e ser promovido para um cargo de Diretor. Nesse momento ele pode ficar feliz ou inseguro. Esse sentimento de autoconfiança pode inundar o cérebro dele de dopamina e ele assumir o desafio, ou o sentimento pode ser de medo, insegurança e inundar o cérebro de cortisol e ele declina da promoção. A cada uma das reações, esse profissional terá um futuro.

 

INTENÇÃO – o que o move? Por que você faz o que faz? Você pode enganar a você mesmo, mas não engana seu cérebro. A cada ação consciente ou não, você terá uma reação. Se as coisas não estão acontecendo como você deseja pode ser que a INTENÇÃO não está ajustada à AÇÃO. Por exemplo: um profissional se esforça todos os dias, estuda muito, faz hora extra, sempre está disponível para a empresa, porém outro colega é promovido para a vaga. Injusto você deve estar pensando, o que deu errado?

Durante o processo de coaching consigo diagnosticar o que , exatamente, está dando errado e em muitos casos, é a intenção das ações que não estão claras. Esse profissional se desdobra, mas a intenção não é legítima, não é a vontade de ajudar ao próximo, ele quer aparecer, mostrar como é bom e as pessoas ao redor percebem esse esforço “artificial” e por isso, embora esteja se dedicando, não sentem segurança de que tendo poder saberá usar sem passar por cima das pessoas, pois, se ele passa por cima dos próprios sentimentos, pode fazer isso e exigir isso de qualquer pessoa. Dei apenas um exemplo, isso não quer dizer que seja o seu caso, mas, analise o que você faz e perceba se essa atitude tem uma boa intenção ou se é um alimento do ego.

É preciso projetar a nova vida e ter um foco claro para realizar o que deseja sem para isso usar as pessoas e sim, estar junto de pessoas que o ajudarão por reciprocidade, pois, a sua intenção é a melhor possível.

A pergunta a seguir é: como as pessoas percebem que a minha intenção não é verdadeira?

Somos dotados de neurônios-espelho que agem sem que você perceba. Muitos treinam a mente por meio das ferramentas de neurocoaching e adquirem grande perspicácia em detectar mentiras. É aquele momento que você está em uma reunião e percebe que tem algo errado, mas ignora e segue em frente, pois, não confia nos neurônios-espelho. Realmente , a maioria das pessoas está com esse mecanismo desligado ou avariado e suas análises podem estar erradas.

EMOÇÃO – cada sentimento que experimentamos, descarrega uma série de neurotransmissores em nosso corpo que podem intoxicar ou oferecer a energia necessária para entrarmos em ação e realizamos nosso destino de forma refletir a realidade que criamos para nós. Dois deles eu citei no exemplo da INTENÇÃO, o cortisol que intoxica e a dopamina que oferece energia.

Quando o profissional não tem consciência de suas emoções, pode ser impulsivo e destruir sua própria reputação, mesmo sendo um gênio na parte técnica. 80% das demissões ocorrem por causa de atitudes e comportamentos e não, por causa do currículo ruim.

Uma das técnicas que desenvolvo com meus clientes é RESSIGNIFICAR, ou melhor os 5 passos para que ele consiga ter consciência das emoções e reagir adequadamente acionando os neurotransmissores que promovem reações adequadas para tomar decisões corretas e assertivas.

 

FORTE PROPÓSITO – você já ouviu várias vezes que se não sabe para onde vai, qualquer caminho serve, correto? Por outro lado, você pode ter claramente em sua mente qual o caminho a seguir e mesmo assim a sua vida profissional não decola. É aqui que entra a pergunta: esse caminho o deixa feliz? Você está apaixonado pela ideia de conseguir isso? Ou esse caminho é imposto pela sua família? Cônjuge? Sociedade? O caminho que você prefere e não, o planejado, não te deixará tão rico?

Quando temos um forte propósito, levantamos todos os dias com energia, vamos felizes para o trabalho, temos autoconfiança, sabemos que fazemos a diferença, exalamos alegria por todos os poros, as pessoas sentem a nossa energia e querem estar ao nosso lado. Somos íntegros e não mudamos de caminho ou opinião porque nos ofereceram um caminho mais fácil. Fica claro qual a nossa missão de vida sem mesmo precisarmos falar qual é. Pessoas assim, são fortes, perseverantes e não desistem de seus sonhos até realizá-los. Nada, nem ninguém os tirará dessa estrada e quando eles conseguem, a torcida do contra alega que foi sorte. Só um forte propósito é capaz de levar você a conquistar o que deseja. Com avaliações científicas é possível alinhar o propósito de vida e a busca profissional.

 

 

CONSCIÊNCIA – este é o pilar que só ocorrerá se todos os demais estiverem alinhados em sua mente. Qual a verdadeira intenção de suas ações? Que emoções você sente; a maioria são boas ou seu cérebro vive intoxicado pela raiva? Qual o propósito de suas ações? O que as pessoas falam de você, da sua contribuição?

Você precisa estar consciente e ter o discernimento de suas atitudes e comportamentos, estar consciente, pois, isso influenciará a maneira como você reagirá ao que está acontecendo e determinará as suas escolhas e o seu destino.

Com a velocidade com que as coisas acontecem, perdemos o foco constantemente, a cada minuto aproximadamente 10 segundos estamos distraídos, não estamos presentes no que está acontecendo e isso nos desloca de nossos objetivos, é como se nos desviássemos do caminho usando atalhos ruins. A consciência o fará estar presente, sentindo e vivendo cada momento com todos o potencial de sua mente e isso é treinamento que o fará tomar as melhores decisões.

Portanto, se você não está alinhado com esses quatro pilares, você não conseguirá criar a realidade que merece e ficar frustrado e triste, não o levará a nenhum lugar.

 

Elaborei este artigo com base na física quântica e neurociência e minha experiência de mais de 20 anos em NeuroCoaching para você ter a visão geral e realística do que é ou não possível em termos de VOCÊ CRIAR A SUA REALIDADE.

Confira este trecho do vídeo do filme QUEM SOMOS NÓS

VÍDEO

Deixe seu comentário.

Marynês Freixo Pereira

Master NeuroCoach

Liderança, Vendas , Carreira, Negócios, Produtividade

Partner SBCOACHING

 

Por que as pessoas fazem para os outros o que não querem que façam com elas?

 

Essa é uma pergunta que muitas pessoas se fazem, em especial, quando algo de errado acontece com elas, como por exemplo:

 

–  alguém marcar um compromisso e não comparecer

–  pedir dinheiro emprestado e não devolver

–  combinar um prazo e não cumprir

– agendar uma consulta e não aparecer

– copiar e usar  material de treinamento, sem pagar pelos direitos autorais

 

E várias outras coisas que acontecem e parece que as pessoas só reclamam quando é com elas, caso contrário, não dão a menor importância ao ocorrido;  sequer cancelam o compromisso se não puderem comparecer ou nem avisam se for chegar atrasado; o que ocorre na prática, é que a maioria inventa desculpas já conhecidas:

 

– o trânsito estava ruim

– calculei mal o tempo de deslocamento

– aconteceu um imprevisto

–  esqueci de anotar na agenda

– tive que socorrer uma pessoa

–  etc.etc

 

Essa falta de respeito e consideração  com o outro não parece nada grave para quem a comete, mas a história muda de perspectiva quando o afetado é a própria pessoa , ou melhor quando ela experimenta do próprio veneno.

 

Em consequência, hoje em vários locais a prática de overbooking tornou-se  normal, isto é, agendar o dobro de compromissos no mesmo horário, desta forma se 50% das pessoas faltarem,  o que é, infelizmente normal, a agenda fica completa, porém, se todos resolverem comparecer, serão algumas horas na sala de estar de algum médico, por exemplo, e acabam pagando os inocentes pelos culpados.

 

E por que as pessoas agem como adolescentes? Porque nenhum sistema implantou consequências para punir quem age assim. Aliás conheço apenas dois casos:

 

As peças de teatro do Antônio Fagundes que se você chegar após as 21h só poderá entrar no intervalo e não adianta espernear e o Uber que pune os clientes que cancelam o chamado após 5  minutos de espera.

 

Infelizmente as pessoas  precisam ser punidas para fazer o que é correto e funciona na maioria dos casos. Os convênios deveriam adotar o mesmo sistema de punição e todas as demais profissões, quem sabe fazendo com que cada um assuma as consequências pelos próprios atos, teremos um cidadão mais responsável sem prejudicar ninguém.

 

Espero que um dia isso não seja mais um problema entre as pessaos deste país.

 

Marynês Freixo Pereira

Master NeuroCoach

Liderança, Vendas ,Carreira e Negócios

 

As mulheres são mais inteligentes e estratégicas?

 

 

As mulheres são mais inteligentes e estratégicas?

– 63% de aumento na performance em empresas que tem mulheres como sócias-fundadoras ( pesquisa de Fundo de investimento First Round)

– 12% de aumento na lucratividade das empresas de tecnologia com liderança feminina, em comparação àquelas lideradas apenas por homens.

– 73% de aumento no sucesso da tomada de decisão graças à diversidade de gênero porque são capazes de eliminar “pontos cegos” que podem corroer o crescimento de longo prazo.

 

O QUE ISSO QUER DIZER?

Que as mulheres são mais inteligentes e estratégicas??

 NÃO. O que essas pesquisas indicam é que a diversidade de mentes é importante para uma empresa e lideranças de sucesso.

Mentes de diferentes gêneros, idades, culturas pensam e decidem muito melhor graças ao exercício de se colocar no lugar do outro e entender os diferentes pontos de vista praticando a neuroplasticidade que remove qualquer ímpeto de preservar a zona de conforto ou a homesostase, tão reinvindicada pelo cérebro em sua configuração primitiva de preservação da espécie. .

E como multiplicar o número de mulheres nos negócios, nas lideranças, na política?

Foi realizada uma pesquisa e compartilhada pela Endeavor no link abaixo

https://buff.ly/2FvDyN1

 

Como NeuroCocah atuante no mundo corporativo e, também, tendo atuado como Diretora em grandes empresas, gostaria de levantar alguns aspectos que , como a própria Isabel Humberg, fundadora do OQVestir responde sobre a pesquisa acima: “NÃO EXISTE APENAS UMA RESPOSTA SÓ”.

Alguns pontos podem justificar o número pequeno de mulheres em cargos de liderança ou na política.

  1. A Dupla jornada trabalho– afazeres da casa impede muitas mulheres de crescerem na carreira por falta de tempo e disposição física. Outras se sentem culpadas por deixar filhos em casa, com avós, ou aos cuidados de uma creche. A mulher precisa mudar esse mindset centralizador. Ser mãe não é ficar 24 horas em volta da casa e dos filhos. Várias pesquisas comprovam que a qualidade é mais importante do que a quantidade de horas dedicada aos filhos e muitas das famílias que apresentam problemas com os filhos, as mães não trabalham, passam o dia inteiro em casa. Deve envolver o cônjuge na divisão das tarefas de cuidar da casa, dos filhos, de participar das reuniões escolares e as empresas devem entender que isso não é papel apenas da mulher e deve dispensar o pai do trabalho, quando necessário. Segundo o IBGE, as mulheres dedicam 73% a mais de tempo que os homens para as tarefas domésticas, uma diferença que chega a 8 horas extras semanais.
  2. Comportamentos de empreendedor citados na pesquisa, são comuns para muitas mulheres, porém , não adianta ter o comportamento, se não tiver a oportunidade de os exercer. Infelizmente as empresas discriminam mulheres, em especial, em idade de casar e ter filhos e as coloca em cargos de pouca responsabilidade, em vez de: ajustar as obrigações e deveres; propiciar que a mulher possa ser mãe, dona de casa, tendo horários flexíveis; trabalhar home office; poder dar de mamar ao filho no espaço da empresa; oferecer creches nas proximidades da empresa.
  3. Mentalidade ultrapassada o que explica o fato de muitas mulheres confiarem mais em homens na liderança do que em suas colegas, ou mesmo quando contratam empresas ou prestadores de serviços, priorizam aquelas que tem homens em vez de decidir pela competência, independentemente do gênero.
  4. Baixa autoestima gerando insegurança e prejudicando os resultados.
  5. Achar que é normal para  as mulheres expor suas emoções, ser prolixa e acabaar justificando esse tipo de comportamento , atribuindo à TPM. A empresa não é o local para exposições impulsivas de emoções, nem para homens, nem para mulheres. O local é de equilíbrio e assertividade. Toda pessoa descontrolada perde qualquer negociação.
  6. Educação, muitas vezes voltada para aspectos humanistas, esquecendo de complementar com aspectos de abrangência prática e racional como foco em resultados, indicadores numéricos, visão estratégica que somados aos aspectos humanistas, sem dúvida oferecem as melhores estratégias e decisões.
  7. Ambiente competitivo e com falta de ética – muitas mulheres alegam não querer ser promovidas à cargos de liderança nas empresas onde trabalham, pois, conhecem casos de falta de ética e de princípios de colegas que ocupam a liderança e , portanto, não concordam com a política do “vale tudo para se dar bem”.

 

Com certeza, conforme afirmei logo no início deste artigo, existem várias razões para que mulheres sejam a minoria nos cargos de liderança das empresas e no mundo político. Não descarto, também, a existência de preconceito, porém, preferi dar foco para outros aspectos que podem ser contornados por cada profissional.

Deixe seu comentário e ficarei feliz em responder

Marynês Freixo Pereira

Master NeuroCoach

Liderança, Vendas, Carreira, Negócios e Produtividade

marynespereira.sbcempresas.com.br

 

 

A TEIA DO INCONSCIENTE QUE PRENDE EXCELENTES PROFISSIONAIS AO FRACASSO

 

Tem gente que está preso numa espécie de teia de aranha e não consegue se livrar.

 

A pessoa não quer ser uma fracassada, mas fracassa. Não quer ter relacionamentos perniciosos que a prejudicam, mas não consegue se livrar de gente que a vampiriza e prejudica.

 

Isso não é nenhum problema psicológico e sim, um grande mecanismo da mente que quer preservar a química dos neurotransmissores que representam os PROBLEMAS e, como a mente já está acostumada a essa química, promove sempre situações que são inconscientes para você e que o levam a ter comportamentos de VÍTIMIZAÇÃO E COITADISMO que disparam na circulação sanguínea esses hormônios que a mente viciada precisa.

 

SAIBA COMO SE LIVRAR e não duvide da força da sua mente para lhe derrubar, em especial, aquelas pessoas que não tem um conhecimento de como a mente funciona e não sabem dominar e gerenciar essa química que é muito forte em seu cérebro.

 

Como saber se está passando por isso?

 

  1. Não é normal as coisas darem errado e você não ver uma solução.

 

  1. As pessoas são rudes com você que se sente injustiçado por pensar que é educado e simpático

 

  1. Termina os relacionamentos perniciosos, mas não consegue ficar sozinho e reata.

 

  1. Toma decisões com impulsividade e depois se arrepende.

 

  1. Sempre trabalha com líderes inescrupulosos ou extremamente duros e sem compaixão pelas pessoas.

 

  1. Acha que as pessoas estão preparando “a sua cama” na empresa.

 

  1. Não é promovido, embora se considere muito competente

 

  1. É, constantemente, traído por amigos, colegas de trabalho, relacionamentos amorosos ou vive envolvido em fofocas.

 

  1. Quando as coisas dão certo, acha que tem algo errado.

 

  1. Gasta mais do que ganha porque acha que merece ou confia que vai entrar algum dinheiro em breve.

 

Se você passa por qualquer uma dessas 10 situações, então você está preso na TEIA do INSCONSCIENTE.

 

E o que isso significa?

 

  • Que você pensa que se conhece, mas está refém de sua mente que age sem que você perceba o que está fazendo

 

  • As pessoas reagem a você de forma inesperada, agressiva

 

  • Não consegue ganhar dinheiro e economizar

 

  • Envolve-se com pessoas inescrupulosas que o apunhalam pelas costas

 

  • Vive relacionamentos que tornam a sua vida um verdadeiro inferno

 

  • Não tem prazer em viver ou estar com as pessoas.

 

  • A vida é muito difícil e nada dá certo

 

  • Seus amigos se afastaram de você

 

  • Você está rodeado de pessoas chatas, aproveitadoras e que nunca lhe ajudam

 

  • As pessoas só lembram que você existe para lhe pedir favores

 

  • Você não consegue se sentir bem quando está sozinho.

 

 

 

Como se livrar dessa situação?

 

  1. Ter consciência de tudo que acontece com você

 

  1. Assumir sua parcela de culpa e responsabilidade. Se está ruim por que não faz alguma coisa para mudar?

 

  1. Admitir que está viciado em reclamar sem fazer nada. O cérebro usa uma química para cada situação. É como cigarro. O cérebro fica viciado na química da lamentação e dos problemas e quer cada vez mais.

 

  1. Ter coragem para mudar e pedir ajuda

 

  1. Procurar um profissional competente para lhe orientar, estrategicamente, e apresentar os caminhos para o sucesso.

 

 

 

ENTRE EM AÇÃO JÁ SE VOCÊ QUER MESMO SE LIVRAR DESSA TEIA DO INSCONSCIENTE.

 

Marynês Freixo Pereira

 

Master NeuroCoach

 

Liderança, Vendas, Carreira, Produtividade e Negócios

 

marynespereira.sbcempresas.com.br

Você sabia que segundo pesquisas, O FRACASSADO apresenta 5 comportamentos

 

Você sabia que segundo pesquisas, O FRACASSADO apresenta 5 comportamentos:

  1. Não tem OBJETIVOS NA VIDA, cada dia ele vai levando, sem saber onde estará daqui 6 meses, um ano, 5 anos. A mente sem objetivo fica à deriva.

 

  1. Vive em função do PASSADO. Só fica lembrando das conquistas que não voltam mais, do que perdeu. Vive de vitimização e coitadismo. Vive de lembranças e esquece de projetar um futuro de sucesso.

 

3​. Perde muito tempo FAZENDO COISAS, extremamente operacional e esquece de pensar nas estratégias, ideias, abrir a mente para ter sucesso

 

  1. Desperdiça ENERGIA E TEMPO , não tem foco, não prioriza o que é fundamental e importante para a vida e as oportunidades escoam pelas mãos. Perde dinheiro.

 

  1. Dificuldade em TOMAR DECISÃO. É confuso, “empurra com a barriga”, começa e nunca termina, demora a decidir.Não assume a responsabilidade.

 

Conheça os programas para o sucesso do Brian Tracy ( Liderança, Vendas, Carreira, Produtividade e Negócios mais as sessões de coaching e livre-se de comportamentos que impedem a sua plena realização.11 4506.3189

7 pontos defendidos pela liberdade econômica

http://www.mises.org.br/

Esses 7 pontos defendidos pela liberdade econômica para que uma sociedade seja próspera e viva em paz tendo menos interferência do ESTADO INCOMPETENTE e pelo visto o governo brasileiro faz, exatamente, o oposto do que prega a liberdade, portanto, deduzo que vivemos numa DITADURA disfarçada de democracia e que nada mais é do que um regime escravocrata do sec XXI e você é o escravo pagando para sustentar os marajás do governo.

 

Neste Fórum de Liberdade Econômica realizado pelo Mackenzie dias 06, 07 e 08 Nov, vários palestrantes debatem o tema e vale conferir as 7 lições para políticas públicas apresentadas por Lawrence Reed ( Foundation for Economic Education- FEE)

 

  1. “Pessoas livres não são iguais e pessoas iguais não são livres”. As pessoas são diferentes e tem talentos, performance, gastam e consomem de formas diferentes , portanto tentar igualar todos e usar protecionismo apenas arrasta os preguiçosos.

 

  1. O que não tem dono , como as propriedades do governo, o tal “dinheiro público”, ninguém cuida e ainda desperdiça. Tudo que é de domínio público as pessoas não cuidam e ainda destroem.

 

  1. Tentar resolver problemas imensos sem planejar e com soluções populistas terá péssimos resultados de longo prazo. Soluções imediatistas para salvar a economia são péssimas para todos e os salvadores da pátria adoram, pois isso dá votos.

 

  1. Ao taxar com altos impostos o setor produtivo, os empreendedores ficam sem vontade de abrir negócios.

 

  1. Quando você delega ao governo investir e gastar o dinheiro que é fruto dos seus impostos e não acompanha, a chance de desperdício e abuso é enorme.

 

  1. Quem paga pelos gastos do governo é você. Quanto maior for a participação do governo na vida do cidadão, mais ele roubará suas conquistas.

 

  1. Caráter faz toda a diferença : ser honesto, humilde para assumir os erros, ser responsável pelas consequências de seus atos, ser corajoso ( as pessoas livres não tem medo)

 

 

Por que pessoas do bem se dão mal?

10.pessoas do bem

Por que pessoas do bem se dão mal?

 

Foi em busca de responder a essa pergunta de muitos de meus clientes que busquei estudos em neurociência, física quântica, comportamento humano, budismo, na história , na psicologia.

E quero compartilhar as minhas descobertas com você que também tem essa dúvida:

– Por que as pessoas do bem se dão mal?

Quando ouvia essa pergunta, pensava: “como assim”? e  comecei a analisar os diversos exemplos que me apresentavam nas sessões de neurocoaching com  situaçoes bem semelhantes

– Marynês por que  quando estamos numa empresa e somos competentes , tem 4 ou 5 pessoas que se organizam para nos derrubar e nos fazer sair da empresa?

Minha resposta:

Creio ser um problema de caráter dessas pessoas e , provavelmente, essa empresa não era o lugar ideal para você. Pessoas do bem, sempre se dão bem e as do mal, sempre se dão mal.

E em seguida a essa minha argumentação ouvia outra pergunta:

– Então explique por que fulano que é do mal está rico, se deu bem ?  Creio que tenho que ser assim, mau caráter, pisar nas pessoas para me dar bem nas empresas porque se somos muito bonzinhos na vida, nos relacionamentos , as pessoas não valorizam, pois, preferem os mau-caráter. Todo mundo que é bonzinho se dá mal.

Com tantas perguntas nesse sentido e com receio que a inversão e valores predominasse na cabeça dessas pessoas, fui atrás de fatos que comprovassem que essa relação –  ser bom e se dar mal não se sustentava.

Meu primeiro valor é justiça e o segundo integridade. Eu viro uma loba defendendo as pessoas em nome da justiça. Injustiça me deixa transtornada  e de tanto ouvir esses questionamentos passei a pensar se seria coincidência ou problema de caráter dos envolvidos e passei a buscar uma resposta que fosse científica.

Compartilharei essas descobertas e reflexões e forma de hipóteses:

Hipótese 1:

O fato de você ser uma pessoa do bem não quer dizer que você terá tudo de bom retornando para você e , pode ser que , exatamente por isso, tudo dê errado na sua vida.

Calma, eu explico.

Existem as teorias que pregam que se você planta o bem, colhe o bem, outras explicações sobre a lei da atração das coisas boas, pensamento positivo, causa e efeito e todas defendem que você receberá de volta toda energia boa que ofereceu.Correto esse raciocínio, em partes.

Quando você sintoniza sua mente em frequência hertz mais alta você atrai boas vibrações e energias de prosperidade, abundância, porém, existe um fator determinante que a maioria não leva em consideração: as forças opostas.

Ao distribuir bondade, integridade, fazer tudo de bom para os outros  é natural  esperar que o universo devolva tudo na mesma proporção conforme dizem essas teorias, mas falta levar em consideração que quando você é bom, competente, quer ajudar a transformar a vida das pessoas você incomoda muita gente e essas são as forças opositoras reais.

Por mais que o universo esteja preparado para te devolver tudo de bom que você faz, se você não tiver um bom treino mental, uma boa blindagem energética, se você não conseguir “recarregar as energias” , essas forças opostas formam um paredão impedindo que as coisas boas cheguem até você.

E por isso muitos perguntam:

– Eu sou bom e fui demitido; sou legal e meu parceiro(a) me trocou por outro(a) de má índole. Como isso pode acontecer?

Quer mais exemplos?

Veja a história, Jesus, Martin Luther King, Mandela entre outros que lutaram por justiça e se deram mal , de certa forma, embora sejam legados únicos para a humanidade. Devido a esses fatos históricos, muitas pessoas dizem : “prefiro ser um covarde vivo do que um herói morto”.

Quantas pessoas eles incomodaram? Quantas pessoas você incomoda?

E sei que você deve estar pensando que para não ter problemas adotará o lema “fazer o básico” para não chamar muita atenção das forças opositoras.

Essa é a opção da manada, dos zumbis, desse povo que leva uma vida morna e quer que você seja igual a eles; não pode ser a opção e uma pessoa que está lendo até aqui e que deve buscar soluções à prova de gente ruim, de forma a interromper o fluxo de energia negativa direcionado para você. Não basta você acreditar que só com a força do pensamento você anulará essa gente do mal.

Para entender melhor, saiba que durante o dia nosso cérebro tem variações de energia, em hertz e também, hormonais e que afetam a sua “blindagem” e as pessoas que não tem conhecimento dessas oscilações estão suscetíveis a entrar em ondas de pensamentos ruins (num dia temos 96.000 pensamentos tóxicos, medos, alertas, achar que estão nos perseguindo) e mesmo que você seja muito bom, se não tiver o mínimo de conhecimento de como funciona o cérebro e como as energias do mal o influenciam você poderá se dar muito mal, é como ter um carro potente, confortável, de luxo e não ter a menor ideia de como sair da garagem.

A energia do mal se expressa através da inveja , de gente que quer tirar você do caminho porque você brilha demais, acham que você quer se exibir para o chefe, que sorri demais. Suas atitudes incomodam os invejosos que acreditam que para eles brilharem precisam apagar o seu brilho.

Conhece a fábula da cobra e do vagalume, veja em http://www.slideshare.net/Marynes/vagalumes-som-1437878 e creio que ficará claro sobre o que estou falando.

Existe muita gente interessada em deixar as coisas como estão e não pense que estou descrevendo a teoria da conspiração. Desde que o humano existe na Terra esses fatos ocorrem e por mais que a humanidade caminhe para a evolução, esses registros primitivos de sobrevivência continuam em nosso cérebro animal e a inveja é um deles e inclusive, citada como um dos 7 pecados capitais e todos os dias temos que ensinar nosso cérebro a calibrar esses sentimentos e blindar contra essa energia ruim proveniente de outras pessoas.

Você já deve ter visto ou passado por isso, por exemplo:  o marido ou a esposa contrata um Personal Trainer e começa a fazer atividade física; consequentemente, emagrece, fica muito bem de saúde e cheio de energia e o cônjuge que não faz nada para melhorar, fica incomodando com o progresso do outro e inicia o uso de chantagens do tipo:  – você quase não fica em casa, não cuida dos seus filhos. Desta forma, espera tirar o outro do caminho de seu objetivo.

Todas as vezes que você quer mudar, progredir, evoluir esbarrará em pessoas que querem interromper essa jornada embora, sejam seus amigos, parceiros, colegas de trabalho. Quando você muda, comprova a todos que é possível fazer algo em vez de reclamar e isso, os faz sentir fracassados e essa mensagem é péssima para o  cérebro humano. Muitos preferem não tentar nada, do que tentar e fracassar e outros acreditam ser mais fácil fazer você desistir dos seus objetivos, assim todos ficam no mesmo patamar.

Outro exemplo que ocorre em algumas comunidades onde pessoas ou instituições querem levar esportes, artes, educação, para crianças carentes querendo livrá-las do crime, e estes mesmos líderes que pretendem realizar a mudança, são, muitas vezes, assassinados.Você deve estar pensando:

– Então para que eu consiga mudar eu terei que enfrentar situações e pessoas?

Exatamente isso. Você entendeu.

A evolução incomoda e muita gente fará o possível para fazer você voltar para o lugar comum e desta forma elas não precisarão se comparar a você, pois, todos serão iguais e medianos. Eles não querem crescer e o puxam para baixo.

 

Hipótese 2:

Quanto mais gente você ajudar a evoluir, progredir mais incomodará quem quer manipular povo sem consciência.

Embora você esteja fazendo o bem tem muita gente de olho em você com energia muito ruim. Pensamento tem ondas em hertz como um rádio que você sintoniza AM ou FM.

Quando você não tem consciência e acredita que ninguém quer prejudicar uma pessoa do bem como você , fica vulnerável, por isso você tem que despertar e perceber uma coisa muito simples: quando fazemos o bem e nos destacamos, sempre tem alguém querendo nos derrubar e buscará os seus pontos fracos, as brechas geradas pelas oscilações de humor, hormonal mencionados acima e que ocorrem durante o dia.

E como blindar tudo isso? Com AUTOCONHECIMENTO E CALIBRAGEM DA MENTE.

Mas para que você aplique , imediatamente, passarei dicas simples:

 

  1. rezar , usar mantras, meditação pois, eles tem o potencial de reequilibrar a sua energia e impede que sua fortaleza seja invadida
  2. foco na solução dos problemas ao perceber que está com muitos pensamentos ruins, com medo. O caos não é normal e você tem que remover buscando elevar as energias com bons pensamentos.
  3. dormir bem, boa alimentação, atividade física, massagem

Essa invasão de energias ruins se assemelha ao que ocorria nos tempos das guerras medievais com uso de armas reais para matar o inimigo. No séc XXI no mundo corporativo, a guerra é quântica já que as pessoas civilizadas não podem pegar uma arma para te derrubar, mas podem usar a energia da inveja, da maledicência , da fofoca e não duvide dessa hipótese. Por que muitas vezes você chega em casa exausto, cansado, irritado se o dia não foi tão ruim assim? É energia que você está perdendo por falta de conhecimento em como reequilibrar as suas oscilações químicas do cérebro que ocorrem durante o dia e dessa forma, você é presa fácil dessa multidão amorfa que não quer mudar.

Essa conversa não é de maluco e já existem vários cientistas pesquisando telepatia, intuição e as ondas de pensamento e cabe a você ser o GUERREIRO do séc XXI.

Espero ter respondido, cientificamente, porque as pessoas do bem se dão mal. As pessoas do mal, também se dão mal, mas nós achamos que elas merecem e que é justo.

Quem faz o bem INCOMODA  e se quer continuar a sua jornada transformando a vida das pessoas e  sendo competente, vem comigo, pois, a ciência tem muito para nos ensinar e não vamos SUCUMBIR , pois, se você veio até aqui acompanhando meu raciocínio é porque é um GUERREIRO(A)  e quer deixar um legado e não está aqui de férias , para ter inveja e vivendo de migalhas dos outros.

Você sabe que tem o PODER  e é isso que INCOMODA e você aprenderá a não dissipar energia e verá que sua vida fluirá, prosperará e nunca mais, ninguém o derrubará, pois, estará ,totalmente, blindado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gerencie a sua mente

gerencie a sua mente

 

Como manter o bom humor, pensamento positivo, com a crise, injustiças e coisas erradas acontecendo?

 

Apresento algumas teorias da neurociência e física quântica que podem esclarecer determinados comportamentos e caberá a você a decisão de como conviver com essa realidade e mudar a sua vida para melhor:

 

  1. Efeito Manada – o ser humano é gregário, gosta de viver em bando e se portar como membro do bando e sente que é difícil ser diferente, pensar diferente, agir diferente porque isso o excluirá do bando. Esse comportamento é mais forte na adolescência e nos adultos com baixa autoconfiança. É preciso ter muita autoconfiança para conseguir ser você mesmo e respeitar suas ideias e convicções, apesar do “bando” querer, exatamente, o contrário. Quem está disposto a “pagar o preço” de ser “expulso” do bando por não concordar, por pensar diferente? Poucos. Por isso, vivemos numa sociedade de “zumbis” coniventes com o que a maioria determina.

 

Graças a quem ousou pensar diferente é que ocorreram mudanças, novas ideias foram implantadas, inovações tecnológicas definiram nossas vidas e negócios nos dias de hoje. Foram pessoas inconformadas, curiosas , indignadas e que não foram influenciadas pelo LUGAR COMUM OU EFEITO MANADA que levaram a humanidade um passo à frente.

 

Para a maioria das pessoas o bom é ser igual. Não ser IGUAL significa correr o risco de SER EXCLUÍDO e muitos NÃO TEM CONDIÇÕES EMOCIONAIS PARA AGUENTAR ISSO. Neste caso, a opção é calar, concordar, sucumbir.

 

  1. Campo de influência – honestos atraem honestos, desonestos atraem desonestos. Como você atua em sua vida inspira outras pessoas. Que exemplos estamos dando aos mais jovens? IMPUNIDADE? CORRUPÇÃO, A LEI DO MAIS ESPERTO?

 

Que exemplo um pai que compra vaga na faculdade para seu filho sem que o mesmo faça as provas regulares de admissão está dando ?

 

Apesar deste cenário, os honestos e éticos são maioria. O cérebro é por “default” , ético, mas em países onde as coisas erradas são consideradas certas, pode ocorrer uma maior concentração de gente desonesta. .

 

Você tem que usar de todos os seus recursos cerebrais para não entrar nessa onda ruim, já que é FÁCIL SER DESONESTO; não precisa ser competente e esperto pois, existem muitos inocentes que ainda caem nos velhos golpes; acreditam na fórmula mágica; acreditam que tem gente que trabalha de graça sem cobrar nada; acreditam em gente que promete resultado sem esforço e acreditam que basta tomar uma pílula e no dia seguinte estará magro ou musculoso.

 

  1. Ninguém quer se esforçar para conseguir as coisas. Seu cérebro “vem de fábrica” organizado para poupar energia para garantir a própria sobrevivência. Gastar energia significa risco e morte para o cérebro. Por isso, mesmo pessoas que falam que adoram mudanças, sentem-se mais seguras na ZONA DE CONFORTO; por isso é tão difícil fazer exercícios físicos onde gasta-se energia e o cérebro interpreta como um sinal de perigo, embora não seja. Por isso, também, que essas promessas enganosas atraem tantas pessoas por não oferecer risco do ponto de vista do cérebro equivocado.

 

Vigaristas se aproveitam dessa configuração do cérebro e prometem que sem esforço você conseguirá seus objetivos e sabemos que isso é uma grande mentira, pois, eles falam o que as pessoas querem ouvir.

 

Apesar desse registro primitivo para economizar energia, cabe a você treinar o cérebro civilizado para superar e agir com PERSEVERANÇA, DISCIPLINA, ORGANIZAÇÃO E HONESTIDADE.

 

  1. Calibrar os pensamentos – pensamentos ruins, catastróficos, negativos emanam uma energia densa e você já deve ter sentido um certo mal estar quando entra em uma sala de reunião, num momento crítico em que as pessoas estão irritadas ou sem esperanças de encontrar uma solução para os problemas. Você sente esse “peso” porque a vibração negativa dos pensamentos tem uma frequência baixa em hertz e, também, porque o cérebro libera o neurotransmissor CORTISOL que modifica nossos comportamentos nos tornando egoístas, insensíveis , selvagens e é cada um por si. O cortisol só é percebido pelos animais e por isso, quando você está estressado, talvez seu cão fique irritado e latindo, por exemplo, e as pessoas o percebem agitado e querem ficar longe de você.

 

Nesse modo de operar o cérebro fica “cego” para as necessidades dos demais e sua percepção, intuição e criatividade diminuem focando muito mais no problema do que na solução , o que é ruim em momentos de crise.

 

Calibrando o cérebro você conseguirá influenciar e atrair pessoas do bem que querem trabalhar, ajudar e compartilhar. Terá ideias fantásticas para obter prosperidade e ficar blindado contra toda essa onda negativa de CORRUPÇÃO, CRISE, INJUSTIÇA E FALTA DE ÉTICA que é uma onda de pensamento pesada e nada criativa.

 

Isso não quer dizer que você se alienará e sim, lidará com as diversas situações de forma mais inteligente gerenciando suas emoções, sentimentos e comportamentos.

 

VOCÊ SÓ CONTROLA E CONSEGUE MUDAR A VOCÊ MESMO.

 

COMECE A REVOLUÇÃO DO BEM POR VOCÊ.

 

Marynês Freixo Pereira

 

Master Executive NeuroCoach

 

Liderança, Carreira e Bem-Estar

 

 

Alerta geral antes de contratar serviços

Alerta geral antes de contratar

Alerta geral antes de contratar serviços

 

Tem muita gente brincando com a vida, a carreira e a mente das pessoas.

Decidi escrever sobre esse tema , pois, em tempos de crise e desespero o que mais cresce no mercado são os vigaristas e gurus com fórmulas mágicas. Autonomeiam-se  Coaches, Palestrantes, Consultores e em especial, essas carreiras que não são regulamentadas.

Antes de contratar exija:

– currículo com certificados e verifique a veracidade, ligue para as empresas citadas no currículo, as entidades onde ele fez o curso. Hoje em dia tem até certificado internacional falso.

– fale com vários ex-clientes, se possível , pessoalmente, pois, existe uma máfia de clientes virtuais contratados para falar bem desse profissional, exatamente igual aos golpes que você vê nos noticiários da TV.

– analise a reputação, o histórico profissional, este é o ponto mais importante. Vigaristas sempre deixam rastros de destruição.

– cuidado com referências, muitas são compradas e ganham comissões para indicar, embora seja lícito, sempre bom verificar se o produto ou serviço é bom mesmo ou se estão te empurrando um “abacaxi” em troca de uns tostões..

 

Você deve estar pensando:

– Caramba, a Marynês está exagerando.

Creio que não preciso te dar um choque de realidade sobre o país que você vive e como os valores morais estão invertidos e como essa brecha favorece vigaristas que ficam impunes diante de uma lei frouxa.

Qualquer uma dessas profissões que citei aqui, precisam no mínimo de 10 anos na área de gestão, liderança, estratégia como líder, gestor, empreendedor, atuando em MKT, ou a área que o tal especialista alega conhecer para poder te ajudar. Veja antes se a empresa dele faz o que prega.  Como alguém pode ser especialista em ensinar alguém a ter sucesso financeiro se ele próprio não conseguiu isso, concorda??

Não adianta ter 20 anos como Engenheiro, por exemplo e no dia seguinte, após um curso de Coaching  sair falando que é Coach de Vida das pessoas ou Executive Coach. Qual a experiência nessa área de pessoas? Nenhuma. Pode até ser Coach de carreira de engenheiros se foi um engenheiro bem-sucedido.

A experiência para atuar nessas áreas é específica e faz toda a diferença na hora de tomar decisões estratégicas para que você e sua empresa tenham sucesso.

Não adianta ter ficado preso no elevador ( desculpe a ironia) e querer sair dando palestra sobre COMO SOBREVIVER AO CAOS E DESESPERO EM MOMENTOS DE ESTRESSE. O máximo que poderá fazer é contar como é ficar preso em elevador e falar para quem quer aprender como sobreviver com tranquilidade a esse acontecimento. Eu prefiro falar com os bombeiros que devem ter muito mais a agregar em termos de conhecimento, já que tem muitas estatísticas, do que ouvir alguém que ficou preso algumas horas em algum elevador.

Além da falta de experiência, não existe transferência de aprendizagem, pois, cada um reage de uma maneira diferente e as fórmulas prontas não se aplicam a seres humanos e só funcionam com implantação de processos, procedimentos ou rotinas e mesmo assim, tem o fator humano que interfere em como cada empresa manualiza suas rotinas e regras e ao contratar um especialista ele tem que saber como lidar com essas variáveis e isso, só a experiência profissional de anos, fornece.

O ser humano é muito complexo e o profissional que quer atuar ajudando pessoas precisa entender o que está envolvido nos processos de mudanças e como cada atitude interferirá na vida de seu cliente. É muita responsabilidade e comparada a de um médico cirurgião. Você com certeza contrata o melhor antes de se submeter a uma cirurgia, por que, então, com a sua vida, carreira ou sua empresa é diferente?

Ninguém vira Coach, Consultor, Palestrante porque fez um curso de final de semana. Precisa ler milhares de livros, fazer centenas de cursos além de experiência mínima de 10 anos com sucesso e resultados comprovados na área específica que o mesmo alega ter competência para atuar.

Atuar profissionalmente com pessoas que dependem do conhecimento desse profissional é mais profundo do que ler scripts previamente organizados. Não são os roteiros, relatórios que aprendem numa imersão de final de semana de um curso qualquer que fazem a diferença e sim, o que o profissional fará com essas informações, como irá interpretar aquela situação, que decisão tomará para ajudar o cliente. Não é “chutômetro”, nem pode lidar com  a vida, a carreira e a empresa do cliente como se fosse uma roleta russa. Qualquer erro é fatal , não, literalmente do ponto de vista da vida, mas pode acabar com carreiras, empresas e levar pessoas a cometer atos irresponsáveis. Embora eu conheça “profissionais” que quebram empresas, carreiras e viram as costas sem se sentir culpados, acredito que essa atitude, além de representar falta de caráter pode ser alguma patologia.

Pessoas que agem assim não são meus concorrentes. São “profissionais” irresponsáveis, mentem para as pessoas, não tem caráter, nem vergonha. Contam com a inocência, muitas vezes arrogância, vaidade, ego, além do excesso de confiança dos leigos , suas vítimas preferenciais.

Portanto se alguém está te apresentando alguns desses serviços não regulamentados, pense em quantos anos de experiência você tem e se essa pessoa tem no mínimo o dobro de experiência que você, caso contrário, não contrate.

Especificidade é tudo. Se o indivíduo nunca esteve numa sala de aula , não pode sair sair por aí falando que é professor; se nunca teve clientes de coaching não pode falar que é Coach; se nunca liderou equipes não tem competência para atender líderes ou palestra de Liderança; se nunca pisou numa empresa não pode falar que é consultor.

Lembre não é um cursinho de final de semana que faz o profissional e sim a experiência, o tempo dedicado àquele assunto que ele diz poder te ajudar

Tem muita gente falando de temas que leu num artigo e copiou de outro; criando depoimentos falsos de clientes e vendendo uma autoridade profissional que não tem. Até certificados internacionais falsos  eles apresentam. A vigarice tomou proporções neste país que ou você fica esperto ou será mais uma vítima na mão de oportunistas de mercado.

Portanto, alerta geral. Com o MKT Digital que tem atuação excelente nas mãos de gente decente, o fenômeno da vigarice tomou proporções gigantescas já que muita gente acredita em tudo que vê na internet.

Antes de acreditar em qualquer artigo digite no Google para ver se não é plágio, se o autor é essa pessoa mesma; da mesma forma, antes de publicar uma frase motivacional de Albert Einstein, por exemplo, verifique se é dele a frase; tem muita empresa usando frases motivacionais traduzidas dos gringos sem colocar a verdadeira autoria.

ACORDA! Sua vida , carreira e empresa não podem ficar na mão de gente inescrupulosa.

OLHOS ABERTOS ANTES DE CONTRATAR.

VOCÊ NÃO MERECE SER ENGANADO.

Marynês Freixo Pereira

 

 

 

 

Como superar a crise com estratégias além do óbvio?

Como superar a crise? É possível sair sem arranhões?

Ensaio Mental - o treinamento

Esta é uma das perguntas que mais escuto, em especial nos últimos 2 anos, com o agravamento da crise política e econômica que levou muitas empresas a demitirem e fecharem as portas. Não pretendo discutir esta situação, pois, está estampada em todos os jornais e revistas para quem for, minimamente, conectado com a realidade.

Farei uma abordagem do ponto de vista da neurociência e física quântica que é a minha área de atuação profissional como NeuroCoach de empresas e líderes, analisando oportunidades em meio ao caos, pressões e alto nível de estresse, pois, vivemos num quase estado de guerra em termos emocionais gerando grande insegurança e frustração.

Como lidar com tudo isso sem entrar em pânico, depressão ou desespero? Como tomar as decisões certas?

Apesar desta situação caótica é possível adotar comportamentos que o levem a conquistar alta performance e RESULTADOS. Devemos evitar lamentações, vitimização, “caça às bruxas”, isto é, culpar outros pelos seus resultados ou o “coitadismo”que nada mais é do que achar que não tem sorte nos negócios , nem na carreira devido à seu passado. Nesta situação só tem uma pessoa que pode lhe ajudar: : VOCÊ.

Para isso, precisamos blindar e calibrar sua mente para que mande mensagens certas para seu cérebro de forma que acione o hipotálamo com os neurotransmissores corretos e assim, você tenha comportamentos adequados à situação. TUDO É ENSAIO MENTAL, ou melhor , treinar a sua mente para atuar em situações difíceis.

Então mãos à obra. Apresentarei algumas dicas para ampliar a visão sistêmica e estratégica para que você entenda o contexto , exatamente como ele se apresenta, sem devaneios ou pressupostos irreais; preparar para a elaboração de um plano de sucesso superando a crise e qualquer obstáculo que você venha enfrentando, seja empresa em situação difícil, desemprego, dívidas, etc.

 

A primeira coisa a entender é que sua mente tem que manter o equilíbrio, caso contrário, seu cérebro demandará neurotransmissores como o cortisol que prejudica o pensamento estratégico, aumentando o estresse e o mal estar. Num momento de crise pensar além das fronteiras do óbvio é o grande diferencial e se seu cérebro ficar inundado de cortisol você, dificilmente, encontrará uma solução para os problemas, pois, ele faz sua mente ficar “selvagem”, “cego” para os riscos e com baixa resiliência para a pressão.

Para calibrar sua mente :

  1. Assuma que a situação é complicada. Evite a alienação. O primeiro passo para a mudança é o CHOQUE DE REALIDADE. O que fizemos de correto até aqui , quais os nossos erros, como corrigir e quais próximos passos. Levante todos os fatos.
  2. Encare o problema sobre vários ângulos e faça sua equipe participar. Evite lamentações, pânico, mentiras. Vamos Ressignificar os fatos o que não significa empurrar o problema para “debaixo do tapete” e sim compreender o problema sob vários pontos de vista reais. Liste as diversas soluções propostas pela equipe e trace o novo caminho a seguir.
  3. Pare tudo se a cabeça começar a “ferver”. Com a “cabeça quente” não tome decisões já determina o velho ditado popular e que é apoiado pela ciência. Com a “cabeça quente” você inunda o corpo com cortisol que agora você sabe é o inimigo numero 1 das decisões lúcidas e estratégicas. Portanto, quando o clima “esquentar” vá treinar na academia, busque a sala de descompressão, vá tomar um café, dar uma volta na quadra, faça qualquer coisa para desviar o foco da pressão , interrompendo o momento para baixar o cortisol. Outra maneira de baixar é aumentar a serotonina que é o neurotransmissor do prazer, da felicidade e inundará seu cérebro, rapidamente , se optar por uma atividade física. Muitas empresas já adotam exercício físico antes de reuniões “pesadas”.

O mais importante neste momento é entender que todos que não conseguem calibrar suas mentes estão completamente “cegos”e não conseguem ter qualquer perspectiva de sair dessa situação, pensam que estão num beco sem saída e o desespero aumenta e nessas circunstâncias, o pior do caráter humano aflorará. Portanto se você quer sair do lugar comum e estar um passo à frente da maioria, reforçando mais um ditado popular que diz :”enquanto eles choram, eu vendo lenços” acompanhe mais dicas e reflexões que tenho para lhe oferecer.

Preencha seu cadastro em http://1c04183.leadlovers.com/supereacrise e receba vídeos fundamentados na ciência e que vem ajudando o mundo dos negócios. Não podemos ignorar estas informações num momento tão difícil como o que passamos em que somente os BEM PREPARADOS SUPERARÃO.

 

Espero você para continuarmos este bate papo.

Marynês Freixo Pereira

Master Executive Neurocoach

Liderança, Carreira, Estratégia e Bem-Estar