Arquivos da categoria: Artigos

Por que pessoas do bem se dão mal?

10.pessoas do bem

Por que pessoas do bem se dão mal?

 

Foi em busca de responder a essa pergunta de muitos de meus clientes que busquei estudos em neurociência, física quântica, comportamento humano, budismo, na história , na psicologia.

E quero compartilhar as minhas descobertas com você que também tem essa dúvida:

– Por que as pessoas do bem se dão mal?

Quando ouvia essa pergunta, pensava: “como assim”? e  comecei a analisar os diversos exemplos que me apresentavam nas sessões de neurocoaching com  situaçoes bem semelhantes

– Marynês por que  quando estamos numa empresa e somos competentes , tem 4 ou 5 pessoas que se organizam para nos derrubar e nos fazer sair da empresa?

Minha resposta:

Creio ser um problema de caráter dessas pessoas e , provavelmente, essa empresa não era o lugar ideal para você. Pessoas do bem, sempre se dão bem e as do mal, sempre se dão mal.

E em seguida a essa minha argumentação ouvia outra pergunta:

– Então explique por que fulano que é do mal está rico, se deu bem ?  Creio que tenho que ser assim, mau caráter, pisar nas pessoas para me dar bem nas empresas porque se somos muito bonzinhos na vida, nos relacionamentos , as pessoas não valorizam, pois, preferem os mau-caráter. Todo mundo que é bonzinho se dá mal.

Com tantas perguntas nesse sentido e com receio que a inversão e valores predominasse na cabeça dessas pessoas, fui atrás de fatos que comprovassem que essa relação –  ser bom e se dar mal não se sustentava.

Meu primeiro valor é justiça e o segundo integridade. Eu viro uma loba defendendo as pessoas em nome da justiça. Injustiça me deixa transtornada  e de tanto ouvir esses questionamentos passei a pensar se seria coincidência ou problema de caráter dos envolvidos e passei a buscar uma resposta que fosse científica.

Compartilharei essas descobertas e reflexões e forma de hipóteses:

Hipótese 1:

O fato de você ser uma pessoa do bem não quer dizer que você terá tudo de bom retornando para você e , pode ser que , exatamente por isso, tudo dê errado na sua vida.

Calma, eu explico.

Existem as teorias que pregam que se você planta o bem, colhe o bem, outras explicações sobre a lei da atração das coisas boas, pensamento positivo, causa e efeito e todas defendem que você receberá de volta toda energia boa que ofereceu.Correto esse raciocínio, em partes.

Quando você sintoniza sua mente em frequência hertz mais alta você atrai boas vibrações e energias de prosperidade, abundância, porém, existe um fator determinante que a maioria não leva em consideração: as forças opostas.

Ao distribuir bondade, integridade, fazer tudo de bom para os outros  é natural  esperar que o universo devolva tudo na mesma proporção conforme dizem essas teorias, mas falta levar em consideração que quando você é bom, competente, quer ajudar a transformar a vida das pessoas você incomoda muita gente e essas são as forças opositoras reais.

Por mais que o universo esteja preparado para te devolver tudo de bom que você faz, se você não tiver um bom treino mental, uma boa blindagem energética, se você não conseguir “recarregar as energias” , essas forças opostas formam um paredão impedindo que as coisas boas cheguem até você.

E por isso muitos perguntam:

– Eu sou bom e fui demitido; sou legal e meu parceiro(a) me trocou por outro(a) de má índole. Como isso pode acontecer?

Quer mais exemplos?

Veja a história, Jesus, Martin Luther King, Mandela entre outros que lutaram por justiça e se deram mal , de certa forma, embora sejam legados únicos para a humanidade. Devido a esses fatos históricos, muitas pessoas dizem : “prefiro ser um covarde vivo do que um herói morto”.

Quantas pessoas eles incomodaram? Quantas pessoas você incomoda?

E sei que você deve estar pensando que para não ter problemas adotará o lema “fazer o básico” para não chamar muita atenção das forças opositoras.

Essa é a opção da manada, dos zumbis, desse povo que leva uma vida morna e quer que você seja igual a eles; não pode ser a opção e uma pessoa que está lendo até aqui e que deve buscar soluções à prova de gente ruim, de forma a interromper o fluxo de energia negativa direcionado para você. Não basta você acreditar que só com a força do pensamento você anulará essa gente do mal.

Para entender melhor, saiba que durante o dia nosso cérebro tem variações de energia, em hertz e também, hormonais e que afetam a sua “blindagem” e as pessoas que não tem conhecimento dessas oscilações estão suscetíveis a entrar em ondas de pensamentos ruins (num dia temos 96.000 pensamentos tóxicos, medos, alertas, achar que estão nos perseguindo) e mesmo que você seja muito bom, se não tiver o mínimo de conhecimento de como funciona o cérebro e como as energias do mal o influenciam você poderá se dar muito mal, é como ter um carro potente, confortável, de luxo e não ter a menor ideia de como sair da garagem.

A energia do mal se expressa através da inveja , de gente que quer tirar você do caminho porque você brilha demais, acham que você quer se exibir para o chefe, que sorri demais. Suas atitudes incomodam os invejosos que acreditam que para eles brilharem precisam apagar o seu brilho.

Conhece a fábula da cobra e do vagalume, veja em http://www.slideshare.net/Marynes/vagalumes-som-1437878 e creio que ficará claro sobre o que estou falando.

Existe muita gente interessada em deixar as coisas como estão e não pense que estou descrevendo a teoria da conspiração. Desde que o humano existe na Terra esses fatos ocorrem e por mais que a humanidade caminhe para a evolução, esses registros primitivos de sobrevivência continuam em nosso cérebro animal e a inveja é um deles e inclusive, citada como um dos 7 pecados capitais e todos os dias temos que ensinar nosso cérebro a calibrar esses sentimentos e blindar contra essa energia ruim proveniente de outras pessoas.

Você já deve ter visto ou passado por isso, por exemplo:  o marido ou a esposa contrata um Personal Trainer e começa a fazer atividade física; consequentemente, emagrece, fica muito bem de saúde e cheio de energia e o cônjuge que não faz nada para melhorar, fica incomodando com o progresso do outro e inicia o uso de chantagens do tipo:  – você quase não fica em casa, não cuida dos seus filhos. Desta forma, espera tirar o outro do caminho de seu objetivo.

Todas as vezes que você quer mudar, progredir, evoluir esbarrará em pessoas que querem interromper essa jornada embora, sejam seus amigos, parceiros, colegas de trabalho. Quando você muda, comprova a todos que é possível fazer algo em vez de reclamar e isso, os faz sentir fracassados e essa mensagem é péssima para o  cérebro humano. Muitos preferem não tentar nada, do que tentar e fracassar e outros acreditam ser mais fácil fazer você desistir dos seus objetivos, assim todos ficam no mesmo patamar.

Outro exemplo que ocorre em algumas comunidades onde pessoas ou instituições querem levar esportes, artes, educação, para crianças carentes querendo livrá-las do crime, e estes mesmos líderes que pretendem realizar a mudança, são, muitas vezes, assassinados.Você deve estar pensando:

– Então para que eu consiga mudar eu terei que enfrentar situações e pessoas?

Exatamente isso. Você entendeu.

A evolução incomoda e muita gente fará o possível para fazer você voltar para o lugar comum e desta forma elas não precisarão se comparar a você, pois, todos serão iguais e medianos. Eles não querem crescer e o puxam para baixo.

 

Hipótese 2:

Quanto mais gente você ajudar a evoluir, progredir mais incomodará quem quer manipular povo sem consciência.

Embora você esteja fazendo o bem tem muita gente de olho em você com energia muito ruim. Pensamento tem ondas em hertz como um rádio que você sintoniza AM ou FM.

Quando você não tem consciência e acredita que ninguém quer prejudicar uma pessoa do bem como você , fica vulnerável, por isso você tem que despertar e perceber uma coisa muito simples: quando fazemos o bem e nos destacamos, sempre tem alguém querendo nos derrubar e buscará os seus pontos fracos, as brechas geradas pelas oscilações de humor, hormonal mencionados acima e que ocorrem durante o dia.

E como blindar tudo isso? Com AUTOCONHECIMENTO E CALIBRAGEM DA MENTE.

Mas para que você aplique , imediatamente, passarei dicas simples:

 

  1. rezar , usar mantras, meditação pois, eles tem o potencial de reequilibrar a sua energia e impede que sua fortaleza seja invadida
  2. foco na solução dos problemas ao perceber que está com muitos pensamentos ruins, com medo. O caos não é normal e você tem que remover buscando elevar as energias com bons pensamentos.
  3. dormir bem, boa alimentação, atividade física, massagem

Essa invasão de energias ruins se assemelha ao que ocorria nos tempos das guerras medievais com uso de armas reais para matar o inimigo. No séc XXI no mundo corporativo, a guerra é quântica já que as pessoas civilizadas não podem pegar uma arma para te derrubar, mas podem usar a energia da inveja, da maledicência , da fofoca e não duvide dessa hipótese. Por que muitas vezes você chega em casa exausto, cansado, irritado se o dia não foi tão ruim assim? É energia que você está perdendo por falta de conhecimento em como reequilibrar as suas oscilações químicas do cérebro que ocorrem durante o dia e dessa forma, você é presa fácil dessa multidão amorfa que não quer mudar.

Essa conversa não é de maluco e já existem vários cientistas pesquisando telepatia, intuição e as ondas de pensamento e cabe a você ser o GUERREIRO do séc XXI.

Espero ter respondido, cientificamente, porque as pessoas do bem se dão mal. As pessoas do mal, também se dão mal, mas nós achamos que elas merecem e que é justo.

Quem faz o bem INCOMODA  e se quer continuar a sua jornada transformando a vida das pessoas e  sendo competente, vem comigo, pois, a ciência tem muito para nos ensinar e não vamos SUCUMBIR , pois, se você veio até aqui acompanhando meu raciocínio é porque é um GUERREIRO(A)  e quer deixar um legado e não está aqui de férias , para ter inveja e vivendo de migalhas dos outros.

Você sabe que tem o PODER  e é isso que INCOMODA e você aprenderá a não dissipar energia e verá que sua vida fluirá, prosperará e nunca mais, ninguém o derrubará, pois, estará ,totalmente, blindado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gerencie a sua mente

gerencie a sua mente

 

Como manter o bom humor, pensamento positivo, com a crise, injustiças e coisas erradas acontecendo?

 

Apresento algumas teorias da neurociência e física quântica que podem esclarecer determinados comportamentos e caberá a você a decisão de como conviver com essa realidade e mudar a sua vida para melhor:

 

  1. Efeito Manada – o ser humano é gregário, gosta de viver em bando e se portar como membro do bando e sente que é difícil ser diferente, pensar diferente, agir diferente porque isso o excluirá do bando. Esse comportamento é mais forte na adolescência e nos adultos com baixa autoconfiança. É preciso ter muita autoconfiança para conseguir ser você mesmo e respeitar suas ideias e convicções, apesar do “bando” querer, exatamente, o contrário. Quem está disposto a “pagar o preço” de ser “expulso” do bando por não concordar, por pensar diferente? Poucos. Por isso, vivemos numa sociedade de “zumbis” coniventes com o que a maioria determina.

 

Graças a quem ousou pensar diferente é que ocorreram mudanças, novas ideias foram implantadas, inovações tecnológicas definiram nossas vidas e negócios nos dias de hoje. Foram pessoas inconformadas, curiosas , indignadas e que não foram influenciadas pelo LUGAR COMUM OU EFEITO MANADA que levaram a humanidade um passo à frente.

 

Para a maioria das pessoas o bom é ser igual. Não ser IGUAL significa correr o risco de SER EXCLUÍDO e muitos NÃO TEM CONDIÇÕES EMOCIONAIS PARA AGUENTAR ISSO. Neste caso, a opção é calar, concordar, sucumbir.

 

  1. Campo de influência – honestos atraem honestos, desonestos atraem desonestos. Como você atua em sua vida inspira outras pessoas. Que exemplos estamos dando aos mais jovens? IMPUNIDADE? CORRUPÇÃO, A LEI DO MAIS ESPERTO?

 

Que exemplo um pai que compra vaga na faculdade para seu filho sem que o mesmo faça as provas regulares de admissão está dando ?

 

Apesar deste cenário, os honestos e éticos são maioria. O cérebro é por “default” , ético, mas em países onde as coisas erradas são consideradas certas, pode ocorrer uma maior concentração de gente desonesta. .

 

Você tem que usar de todos os seus recursos cerebrais para não entrar nessa onda ruim, já que é FÁCIL SER DESONESTO; não precisa ser competente e esperto pois, existem muitos inocentes que ainda caem nos velhos golpes; acreditam na fórmula mágica; acreditam que tem gente que trabalha de graça sem cobrar nada; acreditam em gente que promete resultado sem esforço e acreditam que basta tomar uma pílula e no dia seguinte estará magro ou musculoso.

 

  1. Ninguém quer se esforçar para conseguir as coisas. Seu cérebro “vem de fábrica” organizado para poupar energia para garantir a própria sobrevivência. Gastar energia significa risco e morte para o cérebro. Por isso, mesmo pessoas que falam que adoram mudanças, sentem-se mais seguras na ZONA DE CONFORTO; por isso é tão difícil fazer exercícios físicos onde gasta-se energia e o cérebro interpreta como um sinal de perigo, embora não seja. Por isso, também, que essas promessas enganosas atraem tantas pessoas por não oferecer risco do ponto de vista do cérebro equivocado.

 

Vigaristas se aproveitam dessa configuração do cérebro e prometem que sem esforço você conseguirá seus objetivos e sabemos que isso é uma grande mentira, pois, eles falam o que as pessoas querem ouvir.

 

Apesar desse registro primitivo para economizar energia, cabe a você treinar o cérebro civilizado para superar e agir com PERSEVERANÇA, DISCIPLINA, ORGANIZAÇÃO E HONESTIDADE.

 

  1. Calibrar os pensamentos – pensamentos ruins, catastróficos, negativos emanam uma energia densa e você já deve ter sentido um certo mal estar quando entra em uma sala de reunião, num momento crítico em que as pessoas estão irritadas ou sem esperanças de encontrar uma solução para os problemas. Você sente esse “peso” porque a vibração negativa dos pensamentos tem uma frequência baixa em hertz e, também, porque o cérebro libera o neurotransmissor CORTISOL que modifica nossos comportamentos nos tornando egoístas, insensíveis , selvagens e é cada um por si. O cortisol só é percebido pelos animais e por isso, quando você está estressado, talvez seu cão fique irritado e latindo, por exemplo, e as pessoas o percebem agitado e querem ficar longe de você.

 

Nesse modo de operar o cérebro fica “cego” para as necessidades dos demais e sua percepção, intuição e criatividade diminuem focando muito mais no problema do que na solução , o que é ruim em momentos de crise.

 

Calibrando o cérebro você conseguirá influenciar e atrair pessoas do bem que querem trabalhar, ajudar e compartilhar. Terá ideias fantásticas para obter prosperidade e ficar blindado contra toda essa onda negativa de CORRUPÇÃO, CRISE, INJUSTIÇA E FALTA DE ÉTICA que é uma onda de pensamento pesada e nada criativa.

 

Isso não quer dizer que você se alienará e sim, lidará com as diversas situações de forma mais inteligente gerenciando suas emoções, sentimentos e comportamentos.

 

VOCÊ SÓ CONTROLA E CONSEGUE MUDAR A VOCÊ MESMO.

 

COMECE A REVOLUÇÃO DO BEM POR VOCÊ.

 

Marynês Freixo Pereira

 

Master Executive NeuroCoach

 

Liderança, Carreira e Bem-Estar

 

 

Alerta geral antes de contratar serviços

Alerta geral antes de contratar

Alerta geral antes de contratar serviços

 

Tem muita gente brincando com a vida, a carreira e a mente das pessoas.

Decidi escrever sobre esse tema , pois, em tempos de crise e desespero o que mais cresce no mercado são os vigaristas e gurus com fórmulas mágicas. Autonomeiam-se  Coaches, Palestrantes, Consultores e em especial, essas carreiras que não são regulamentadas.

Antes de contratar exija:

– currículo com certificados e verifique a veracidade, ligue para as empresas citadas no currículo, as entidades onde ele fez o curso. Hoje em dia tem até certificado internacional falso.

– fale com vários ex-clientes, se possível , pessoalmente, pois, existe uma máfia de clientes virtuais contratados para falar bem desse profissional, exatamente igual aos golpes que você vê nos noticiários da TV.

– analise a reputação, o histórico profissional, este é o ponto mais importante. Vigaristas sempre deixam rastros de destruição.

– cuidado com referências, muitas são compradas e ganham comissões para indicar, embora seja lícito, sempre bom verificar se o produto ou serviço é bom mesmo ou se estão te empurrando um “abacaxi” em troca de uns tostões..

 

Você deve estar pensando:

– Caramba, a Marynês está exagerando.

Creio que não preciso te dar um choque de realidade sobre o país que você vive e como os valores morais estão invertidos e como essa brecha favorece vigaristas que ficam impunes diante de uma lei frouxa.

Qualquer uma dessas profissões que citei aqui, precisam no mínimo de 10 anos na área de gestão, liderança, estratégia como líder, gestor, empreendedor, atuando em MKT, ou a área que o tal especialista alega conhecer para poder te ajudar. Veja antes se a empresa dele faz o que prega.  Como alguém pode ser especialista em ensinar alguém a ter sucesso financeiro se ele próprio não conseguiu isso, concorda??

Não adianta ter 20 anos como Engenheiro, por exemplo e no dia seguinte, após um curso de Coaching  sair falando que é Coach de Vida das pessoas ou Executive Coach. Qual a experiência nessa área de pessoas? Nenhuma. Pode até ser Coach de carreira de engenheiros se foi um engenheiro bem-sucedido.

A experiência para atuar nessas áreas é específica e faz toda a diferença na hora de tomar decisões estratégicas para que você e sua empresa tenham sucesso.

Não adianta ter ficado preso no elevador ( desculpe a ironia) e querer sair dando palestra sobre COMO SOBREVIVER AO CAOS E DESESPERO EM MOMENTOS DE ESTRESSE. O máximo que poderá fazer é contar como é ficar preso em elevador e falar para quem quer aprender como sobreviver com tranquilidade a esse acontecimento. Eu prefiro falar com os bombeiros que devem ter muito mais a agregar em termos de conhecimento, já que tem muitas estatísticas, do que ouvir alguém que ficou preso algumas horas em algum elevador.

Além da falta de experiência, não existe transferência de aprendizagem, pois, cada um reage de uma maneira diferente e as fórmulas prontas não se aplicam a seres humanos e só funcionam com implantação de processos, procedimentos ou rotinas e mesmo assim, tem o fator humano que interfere em como cada empresa manualiza suas rotinas e regras e ao contratar um especialista ele tem que saber como lidar com essas variáveis e isso, só a experiência profissional de anos, fornece.

O ser humano é muito complexo e o profissional que quer atuar ajudando pessoas precisa entender o que está envolvido nos processos de mudanças e como cada atitude interferirá na vida de seu cliente. É muita responsabilidade e comparada a de um médico cirurgião. Você com certeza contrata o melhor antes de se submeter a uma cirurgia, por que, então, com a sua vida, carreira ou sua empresa é diferente?

Ninguém vira Coach, Consultor, Palestrante porque fez um curso de final de semana. Precisa ler milhares de livros, fazer centenas de cursos além de experiência mínima de 10 anos com sucesso e resultados comprovados na área específica que o mesmo alega ter competência para atuar.

Atuar profissionalmente com pessoas que dependem do conhecimento desse profissional é mais profundo do que ler scripts previamente organizados. Não são os roteiros, relatórios que aprendem numa imersão de final de semana de um curso qualquer que fazem a diferença e sim, o que o profissional fará com essas informações, como irá interpretar aquela situação, que decisão tomará para ajudar o cliente. Não é “chutômetro”, nem pode lidar com  a vida, a carreira e a empresa do cliente como se fosse uma roleta russa. Qualquer erro é fatal , não, literalmente do ponto de vista da vida, mas pode acabar com carreiras, empresas e levar pessoas a cometer atos irresponsáveis. Embora eu conheça “profissionais” que quebram empresas, carreiras e viram as costas sem se sentir culpados, acredito que essa atitude, além de representar falta de caráter pode ser alguma patologia.

Pessoas que agem assim não são meus concorrentes. São “profissionais” irresponsáveis, mentem para as pessoas, não tem caráter, nem vergonha. Contam com a inocência, muitas vezes arrogância, vaidade, ego, além do excesso de confiança dos leigos , suas vítimas preferenciais.

Portanto se alguém está te apresentando alguns desses serviços não regulamentados, pense em quantos anos de experiência você tem e se essa pessoa tem no mínimo o dobro de experiência que você, caso contrário, não contrate.

Especificidade é tudo. Se o indivíduo nunca esteve numa sala de aula , não pode sair sair por aí falando que é professor; se nunca teve clientes de coaching não pode falar que é Coach; se nunca liderou equipes não tem competência para atender líderes ou palestra de Liderança; se nunca pisou numa empresa não pode falar que é consultor.

Lembre não é um cursinho de final de semana que faz o profissional e sim a experiência, o tempo dedicado àquele assunto que ele diz poder te ajudar

Tem muita gente falando de temas que leu num artigo e copiou de outro; criando depoimentos falsos de clientes e vendendo uma autoridade profissional que não tem. Até certificados internacionais falsos  eles apresentam. A vigarice tomou proporções neste país que ou você fica esperto ou será mais uma vítima na mão de oportunistas de mercado.

Portanto, alerta geral. Com o MKT Digital que tem atuação excelente nas mãos de gente decente, o fenômeno da vigarice tomou proporções gigantescas já que muita gente acredita em tudo que vê na internet.

Antes de acreditar em qualquer artigo digite no Google para ver se não é plágio, se o autor é essa pessoa mesma; da mesma forma, antes de publicar uma frase motivacional de Albert Einstein, por exemplo, verifique se é dele a frase; tem muita empresa usando frases motivacionais traduzidas dos gringos sem colocar a verdadeira autoria.

ACORDA! Sua vida , carreira e empresa não podem ficar na mão de gente inescrupulosa.

OLHOS ABERTOS ANTES DE CONTRATAR.

VOCÊ NÃO MERECE SER ENGANADO.

Marynês Freixo Pereira

 

 

 

 

Como superar a crise com estratégias além do óbvio?

Como superar a crise? É possível sair sem arranhões?

Ensaio Mental - o treinamento

Esta é uma das perguntas que mais escuto, em especial nos últimos 2 anos, com o agravamento da crise política e econômica que levou muitas empresas a demitirem e fecharem as portas. Não pretendo discutir esta situação, pois, está estampada em todos os jornais e revistas para quem for, minimamente, conectado com a realidade.

Farei uma abordagem do ponto de vista da neurociência e física quântica que é a minha área de atuação profissional como NeuroCoach de empresas e líderes, analisando oportunidades em meio ao caos, pressões e alto nível de estresse, pois, vivemos num quase estado de guerra em termos emocionais gerando grande insegurança e frustração.

Como lidar com tudo isso sem entrar em pânico, depressão ou desespero? Como tomar as decisões certas?

Apesar desta situação caótica é possível adotar comportamentos que o levem a conquistar alta performance e RESULTADOS. Devemos evitar lamentações, vitimização, “caça às bruxas”, isto é, culpar outros pelos seus resultados ou o “coitadismo”que nada mais é do que achar que não tem sorte nos negócios , nem na carreira devido à seu passado. Nesta situação só tem uma pessoa que pode lhe ajudar: : VOCÊ.

Para isso, precisamos blindar e calibrar sua mente para que mande mensagens certas para seu cérebro de forma que acione o hipotálamo com os neurotransmissores corretos e assim, você tenha comportamentos adequados à situação. TUDO É ENSAIO MENTAL, ou melhor , treinar a sua mente para atuar em situações difíceis.

Então mãos à obra. Apresentarei algumas dicas para ampliar a visão sistêmica e estratégica para que você entenda o contexto , exatamente como ele se apresenta, sem devaneios ou pressupostos irreais; preparar para a elaboração de um plano de sucesso superando a crise e qualquer obstáculo que você venha enfrentando, seja empresa em situação difícil, desemprego, dívidas, etc.

 

A primeira coisa a entender é que sua mente tem que manter o equilíbrio, caso contrário, seu cérebro demandará neurotransmissores como o cortisol que prejudica o pensamento estratégico, aumentando o estresse e o mal estar. Num momento de crise pensar além das fronteiras do óbvio é o grande diferencial e se seu cérebro ficar inundado de cortisol você, dificilmente, encontrará uma solução para os problemas, pois, ele faz sua mente ficar “selvagem”, “cego” para os riscos e com baixa resiliência para a pressão.

Para calibrar sua mente :

  1. Assuma que a situação é complicada. Evite a alienação. O primeiro passo para a mudança é o CHOQUE DE REALIDADE. O que fizemos de correto até aqui , quais os nossos erros, como corrigir e quais próximos passos. Levante todos os fatos.
  2. Encare o problema sobre vários ângulos e faça sua equipe participar. Evite lamentações, pânico, mentiras. Vamos Ressignificar os fatos o que não significa empurrar o problema para “debaixo do tapete” e sim compreender o problema sob vários pontos de vista reais. Liste as diversas soluções propostas pela equipe e trace o novo caminho a seguir.
  3. Pare tudo se a cabeça começar a “ferver”. Com a “cabeça quente” não tome decisões já determina o velho ditado popular e que é apoiado pela ciência. Com a “cabeça quente” você inunda o corpo com cortisol que agora você sabe é o inimigo numero 1 das decisões lúcidas e estratégicas. Portanto, quando o clima “esquentar” vá treinar na academia, busque a sala de descompressão, vá tomar um café, dar uma volta na quadra, faça qualquer coisa para desviar o foco da pressão , interrompendo o momento para baixar o cortisol. Outra maneira de baixar é aumentar a serotonina que é o neurotransmissor do prazer, da felicidade e inundará seu cérebro, rapidamente , se optar por uma atividade física. Muitas empresas já adotam exercício físico antes de reuniões “pesadas”.

O mais importante neste momento é entender que todos que não conseguem calibrar suas mentes estão completamente “cegos”e não conseguem ter qualquer perspectiva de sair dessa situação, pensam que estão num beco sem saída e o desespero aumenta e nessas circunstâncias, o pior do caráter humano aflorará. Portanto se você quer sair do lugar comum e estar um passo à frente da maioria, reforçando mais um ditado popular que diz :”enquanto eles choram, eu vendo lenços” acompanhe mais dicas e reflexões que tenho para lhe oferecer.

Preencha seu cadastro em http://1c04183.leadlovers.com/supereacrise e receba vídeos fundamentados na ciência e que vem ajudando o mundo dos negócios. Não podemos ignorar estas informações num momento tão difícil como o que passamos em que somente os BEM PREPARADOS SUPERARÃO.

 

Espero você para continuarmos este bate papo.

Marynês Freixo Pereira

Master Executive Neurocoach

Liderança, Carreira, Estratégia e Bem-Estar

 

 

 

Como fazer para que as promessas de 2017 se realizem?

feliz-ano-novo

Por que tantas pessoas fazem promessas de final de ano e poucas as concluem?

Nesta época do ano as pessoas fazem uma retrospectiva  e percebem que:

– Uau, tudo que falei que iria fazer em 2016, não fiz, ou fiz pouco.

Muitas pessoas tem uma forte sensação de fracasso devido a isso.

Este é um momento de desacelerar, de refletir, olhar o que deu certo e errado e  esse comportamento é muito comum entre as pessoas que querem crescer, evoluir.

Por que isso ocorre? Por que as pessoas não concretizam suas promessas?

Do ponto de vista científico, o cérebro é configurado para não facilitar as mudanças por uma questão de economia de energia e sobrevivência. Se está acostumado a fazer determinada coisa de uma maneira, mudança  significa para o cérebro, gastar energia.

Nossos antepassados sabiam que deveriam correr senão poderiam ser devorados por algum predador. E quando estavam fora de perigo, o cérebro passava a economizar energia para não sucumbir ao cansaço.

A esse mecanismos damos o nome de Homeostase que , também, faz com que você se habitue a tudo, seja um relacionamento ruim; um emprego, salário, empresa, equipe, ruins; acostuma com o corpo que você tem, mesmo que esteja fora dos padrões que você gostaria ou que seria bom para a sua saúde; aceita seus vizinhos chatos, as pessoas ruins, a agressividade, a corrupção, a pobreza.

O cérebro vai se moldando à medida que percebe que as coisas são como são e que acredita que não tem como mudar. Este é o grande paradoxo , pois,  ao mesmo tempo que o cérebro quer a rotina , também precisa da dopamina que é o neurotransmissor que representa a mudança, o desafio e que nos dá energia, assim como o cortisol em níveis aceitáveis que te faz levantar da cama com energia, ter um significado na vida, querer lutar. É o dilema entre correr, caçar, nos defender e ficar calmo e tranquilo para economizar energia.

Essa alternância ocorre, diariamente, e é uma luta que cabe a você dimensionar sabendo que para evoluir e ter novos resultados, estar um passo à frente da concorrência, precisará fazer coisas diferentes, inovar, criar, ousar, ir além, arriscar, sair da zona de conforto. Essa é a briga entre a parte do cérebro que quer economizar energia – “está bom  do jeito que está; não seja tão ambicioso; a vida é assim mesmo;  deixa para depois; começa a dieta na segunda; academia, agora não, está chegando final do ano; o ano que vem eu faço. Desta forma as pessoas agarram-se  às crendices, simpatias, saltos em ondas, comem romã e uma série de pedidos e fórmulas mágicas  que eu não tenho nada contra, até porque esse simbolismo todo é importante âncora para o cérebro, mas se não for associado a uma ação, o resultado ao final de 2017 será o mesmo que algumas pessoas estão obtendo agora: – Não fiz nada do que me propus;  o tempo passou rápido demais; a culpa é do tempo. Não admite que a culpa é da sua própria desorganização ou de ter feito promessas demais, além do que poderia cumprir baseado em seu histórico de realizações. Não entrou em ação, não procurou profissionais para ajudá-la nessa transformação; deixou que a rotina consumisse o tempo e vários fatores desse cérebro acomodado faz com que levemos a vida em “banho maria”, vida morna, frustrante e muitos se sentem fracassados.

Por exemplo, em um relacionamento com um casal que já não se ama mais, outros que não se respeitam ou sequer são amigos. Por que não se separam? Por que não dão um final digno ao que começou de uma forma tão bonita, com amor, com vontade de constituir uma família?

Por comodismo, medo da solidão, ter que voltar ao mercado de trabalho para se sustentar, medo de perder os bens, o padrão de vida constituído pelo casal.

Isso ocorre, também, em relação à carreira, pois, tem gente infeliz na empresa e com super potencial para montar o próprio negócio ou ganhar três vezes mais e não consegue imaginar que existe vida fora daquela empresa. Tem medo, medo de fracassar ou de ter sucesso e não saber administrá-lo.

Todo esse medo que impede as pessoas de irem em frente está armazenado nesse cérebro comodista e que quer economizar energia e que tem um ego inflado que não admite fracassar e que arruma desculpas para não entrar em ação esperando as condições ideias que nunca aparecem e assim, vai levando a vida. Não corre atrás do seu sonho porque nunca acha que é a hora certa e justifica dizendo que é o destino, que em sua família sempre foi assim.

Ao observar os que não cumprem com seus objetivos, têm em comum o fato de não se acharem merecedores. Acreditam que quem tem sucesso e se dá bem na vida é porque são privilegiados, tem algum dom especial.

Para conseguir mudar alguma coisa na vida, realizar seus sonhos ou parte deles:

  1. Fique próximo de pessoas que apostam em você, querem ver você crescer, acreditam em seus talentos
  2. Fique longe de gente critica demais, que dizem que não vai dar certo , são perdedores  e não conseguem visualizar posições melhores
  3. Busque um motivo, uma razão um porquê você deveria mudar.

 

Exemplo:

– Quero emagrecer, me sentir amado.

Respondo: Entre em uma academia, procure um médico, veja se não é um problema hormonal

– Pensando bem, para que vou emagrecer? Meu cônjuge nem olha mais para mim, ele também está fora do peso e se eu ficar melhor pode gerar ciúmes.

As pessoas não entram em ação porque falta um bom MOTIVO. Ficam na inanição esperando que o outro as motive, faça por elas, reconheça o esforço e isso pode não ocorrer.

Você deve buscar esse MOTIVO, dentro de você, pela sua saúde, para envelhecer com dignidade em vez de ter alguém dando banho em você na velhice ou arrastando sua cadeira de rodas, por exemplo, nos casos em que as pessoas negligenciam seu corpo.

Antes de sair fazendo uma lista de promessas para 2017 pergunte-se:

– O que de fato você quer fazer, apenas uma coisa e que mudará sua vida? E transformará sua autoestima, colocando você num nível de energia e prosperidade decorrente dessa transformação.

O que você quer para você e não, para agradar a outra pessoa? Como quer que seja 2017?

Pense apenas no que depende de você e o que fará para ser mais feliz e correr atrás de seus sonhos.

Desta forma você elevará sua autoestima aumentando a confiança e o respeito que você tem por você mesmo, exalando credibilidade, sabendo o que quer, aproximando-se de pessoas que pensam como você e agindo sem tentar copiar a vida de ninguém ou buscando se encaixar nos padrões impostos pelas outras pessoas.

Estas atitudes o transformarão numa pessoa melhor, num excelente profissional e a sua vida será mais feliz , criativa, com o cérebro perceptivo, intuitivo, funcionando no modo ON positivo,  inundado de neurotransmissores que não são tóxicos como os neurotransmissores que são liberados em seu corpo quando você está infeliz , sem esperança e sem visão de futuro.

Desejo um 2017 com muitas reflexões e que consiga cumprir suas promessas, mesmo que seja uma só que fará a diferença na sua vida e na de outras pessoas.

 

 

 

A INVEJA NO AMBIENTE DE TRABALHO.

a-inveja-no-trabalho

 

A INVEJA NO AMBIENTE DE TRABALHO E COMO NOS DEFENDERMOS DELA.

 Hoje decidi falar sobre um dos pecados capitais: a inveja e como podemos nos livrar dela.

O que eu faço com os invejosos que no meu trabalho querem me prejudicar?

Essas perguntas escuto nas sessões de Neurocoaching de clientes que querem entender como funciona a mente do invejoso. O mais curioso é que quem faz essa pergunta, é um profissional competente e faz seu trabalho corretamente, embora sofra pressão de pessoas inescrupulosas.

Por conta disso, muitos desses profissionais competentes que são perseguidos em seu ambiente de trabalho , acham que eles é que estão errados por se destacar dos demais, reforçando assim o que a ditadura da minoria- uma sociedade de invejosos-  deseja: nivelar por baixo todas as pessoas.

O que seria uma virtude acaba se transformando num defeito, constituindo uma verdadeira inversão de valores atacando, frontalmente, as competências que são necessárias dentro das empresas. A minoria de invejosos forçando aqueles que se destacam a não demonstrar todas as suas habilidades. É o típico discurso: “vai devagar, não precisa ter tanta pressa, leva dois dias para entregar, senão vamos ter mais trabalho para fazer. “

Essa minoria de “VÍTIMAS DO DESTINO”, normalmente culpam os outros pelos seus fracassos e o COITADISMO parece ser a prática rotineira dos que se acham menos favorecidos pela vida e sentem que os competentes, os bem-sucedidos, os felizes, os ricos é que estão usurpando toda a sua prosperidade.

Você já deve ter visto vários programas de TV que transformam a vida de pessoas, tirando-as da pobreza, melhorando o visual, etc; abertura de palestras onde o profissional começa contando todas as desgraças que ocorreram em sua vida e finaliza com uma lição moral do tipo “VOCÊ TAMBÉM PODE SER BEM SUCEDIDO ”compre a minha fórmula para o sucesso.”

Essas práticas que chamarei de “JORNADA DO HERÓI” geram audiência e comovem as pessoas gerando empatia , mas é uma técnica que mobiliza o cérebro humano facilitando a negociação, a venda, fechamento de contratos porque toda essa comoção  desvia a atenção da realidade e com o coração abalado é mais fácil fazer pessoas comprarem , mesmo sem precisar; fazer doações sem checar a idoneidade da empresa; fechar contratos cegamente sem ler as cláusulas. Qualquer semelhança com algum evento que você tenha participado não é mera coincidência. Nessas situações artificialmente criadas, com objetivo de você “baixar a guarda” e não criar obstáculos para a negociação em curso.

Confesso que essas técnicas são muito explícitas para mim e se tornaram cansativas de tanto que são usadas pelos “Marqueteiros de plantão”, comigo não surtem mais nenhum efeito.

Gosto mais das abordagens que falam de prosperidade, oportunidades, claro que sem arrogância e mostrando que sucesso foi feito para qualquer um e não precisa ser precedido de uma desgraça em sua vida; as pessoas que terão sucesso não são só aquelas que passaram pela JORNADA DO HERÓI que é difícil e cheia de obstáculos. O pote de ouro não está apenas no final do arco-íris e sim em todos os lugares para todas as mentes que são treinadas e focadas em soluções e que não perdem tempo falando de suas desgraças ou de um passado difícil e perturbador.

E num país supersticioso que fala de “olho-gordo” e que se você demonstrar os seus sucessos , a sua felicidade , isso não gerará inveja?

SIM, PODE GERAR.

O exibicionismo, ou você se vangloriar de situações felizes da sua vida gera hostilidade em pessoas que se sentem inferiorizadas e que recebem essa sua comunicação seja verbal ou através das redes sociais- postagens- como uma agressão. Infelizmente, com as redes sociais esse comportamento psicótico se exacerba e é uma ponte para a inveja.

Isso não quer dizer que você tenha que se fazer de  COITADINHO  e quero deixar claro que respeito histórias de vida difíceis , assim como respeito e admiro histórias de todos que prosperaram de forma lícita e ética e que fazem a diferença em nossas vidas, sem, necessariamente  terem vivido  embaixo de pontes, tido uma doença grave, ou ficado preso dias e dias em uma caverna.

O que você precisa saber é que inveja é um traço evolucionário, faz parte do cérebro e é importante porque nos faz querer mais, querer conquistar, buscar oportunidades, nos desafia a querer as mesmas condições que as pessoas que fazem parte do nosso grupo de amigos, familiares, colegas de trabalho, etc. Você se espelhar na pessoa de sucesso para ser igual a ela. Isso é um comportamento, absolutamente normal.

O problema é a distorção doentia da inveja na nossa sociedade e agravado pelo comportamento de políticos, pelas mensagens propagadas nas novelas com seus vilões que para se dar bem articulam suas maldades, um verdadeiro vale-tudo, como se tais atitudes fossem normais.

Invejosos não poupam esforços para usar manipulação destrutiva, promover sabotagens para que o outro perca. A ideia do invejoso é destruir quem é melhor do que ele, nivelar por baixo, assim ele mesmo não precisa lutar ou se esforçar. Pensa que se tirar da frente dele aquela pessoa que tem mais sucesso, voltará a se sentir uma pessoa normal, apesar de ser um “zero à esquerda” , pois, o objeto de comparação foi removido. Aristóteles em 4   A.C. já falava da inveja no ambiente de trabalho.

E antes que você argumente que não está preocupado com isso e que prefere trabalhar e fazer a sua parte, darei razões apoiadas na física quântica para que você se defenda dos invejosos:

  1. Essa energia é ruim, densa e de frequência baixa em hertz, suga sua vitalidade.
  2. Para blindar sua mente você só precisa ficar longe de gente assim.
  3. Ser competente e praticar a comunicação assertiva e ao perceber que as coisas não caminham na direção que você quer, fale comas pessoas envolvidas e deixe claro as suas opiniões. Não aposte que as coisas irão se acertar naturalmente se você não fizer nada
  4. Seja coerente entre o que você fala e pratica.
  5. Porque você merece ser feliz e defender os seus direitos sem deixa que uma pessoa manipule a sua carreira, o seu cargo e te dê uma rasteira porque essas atitudes são claras e você pode fazer que não está percebendo, mas os sinais estão todos aí.

O que você pode fazer para ficar distante dos invejosos?

  1. Evite contar seus planos e projetos. Se tiver que mostrar alguma coisa que seja depois que está realizado, concretizado.
  2. Não faça nem participe de fofocas que incluem comentários sobre a vida dos outros.
  3. Perceba comentários tendenciosos, são indícios de pessoa invejosa. Todo comentário quando é uma crítica construtiva é sempre respaldado de fatos reais, seguido de dados, números e que comprovam o que a pessoa está falando.
  4. “Puxadas de tapete” são precedidas de vários sinais. Invejosos anunciam em “pílulas”, as suas maldades. Fique alerta e não ignore os avisos, mas nada de ficar neurótico.
  5. Cuidado com a arrogância da certeza, isto é, achar que você é imbatível porque é competente o que seria normal e ótimo, mas , infelizmente, já vi muita gente competente perder emprego porque achou que não precisava se defender das maldades. Isso é questão de estratégia e ficar cego para os fatos me parece burrice

Saiba que sem a inveja não haveria PROGRESSO e com ela não há PAZ.

Bem-vindo ao PLANETA TERRA.

CHOQUE DE REALIDADE

Marynês Freixo Pereira

Master NeuroCoach

Liderança, Vendas e Carreira

 

 

NEUROCIÊNCIA E EDUCAÇÃO.

a-importa%cc%82ncia-da-educac%cc%a7a%cc%83o-youtube

NEUROCIÊNCIA E EDUCAÇÃO.

Hoje o tema é instigador, mas não somente para aqueles que atuam em escolas , mas para todos do mundo corporativo que dependem desses jovens que chegam aoa mercado de trabalho

“Educação é a solução” é um clichê que não é levado a sério em nosso país mas deveria porque teríamos muitos resultados positivos como a diminuição da violência e das desigualdades, se fosse melhor utilizada em nossas escolas.

Várias são as pesquisas que comprovam essa importância de associar neurociência e educação e muitos são os educadores, cientistas, pesquisadores  envolvidos nesse tema.

Apresentarei a importância da neurociência correlacionando com as minhas áreas de atuação e estudos, tanto na educação, como na prática de atividades físicas.

Para quem não me conhece, comecei aos 6 anos como atleta , depois bailarina e profissional de Ed Física graduada pela Escola da Polícia Militar da USP. Graças à essa formação em minha vida, desenvolvi a DISCIPLINA, ORGANIZAÇÃO E PERSEVERANÇA.

A vida de atleta é repleta de regras e limites e não respeitá-los significa  assumir as consequências como, por exemplo, perder o podium. Esse tipo de educação nos torna focados em resultados e responsáveis pelas nossas escolhas; está em nossas mãos conquistar o objetivo proposto. Além disso, a extrema irrigação do cérebro pelo oxigênio proporcionada pela atividade física, nos torna mais intuitivos, perceptivos e criativos.

O cérebro é estimulado através da atividade física a descarregar os neurotransmissores SEROTONINA E ENDORFINA responsáveis pelo prazer e felicidade e a DOPAMINA , responsável pela energia contagiante que nos dá forças para vencer desafios e buscar as novidades, sair da rotina, da zona de conforto, enfim, inovar .

Um cérebro educado dessa maneira só pode se dar bem na vida e no mercado de trabalho, concorda? afinal, essas entre outras competências são muito solicitadas: perseverança, proatividade, liderança, foco em resultados, determinação, disciplina, organização e muitas empresas já percebem que quem pratica atividade física tem maior produtividade e ficam menos doentes e ausentes das atividades da empresa, entre outros benefícios para o profissional.

E por isso que a atividade física tira das ruas futuros delinquentes, seja através do esporte ou qualquer outra atividade que gere um enorme benefício para a formação do cérebro das crianças, em especial, as entre 2 a 7 anos.

A neurociência já sabe que crianças que sofrem traumas, são abandonas ou tem pouco estímulo nessa faixa etária terão maior propensão na idade adulta , a ser mais violentos, menos sociáveis, a não parar no emprego, a ter relacionamentos complicados.

Por quê?

Nessa faixa de idade o córtex pré-frontal está em forte desenvolvimento e precisa de estímulos. Quando a criança é negligenciada ou maltratada, a comunicação entre o córtex pré-frontal e as outras regiões do cérebro é afetada e problemas de desenvolvimento e comportamento são registrados, de acordo com Jack Shonkoff, professor de medicina e diretor do Centro de Desenvolvimento Infantil da Universidade Harvard. VEJA REPORTAGEM COMPLETA AQUI

Você deve se perguntar: isso é irreversível? Quer dizer que então teremos adultos completamente desconectados da sociedade, marginais??

O conhecimento do cérebro é ainda muito novo, mas existe uma esperança e não podemos desistir. Existe uma capacidade do cérebro chamada neuroplasticidade que é uma espécie de regeneração. Embora não seja a mesma coisa que oferecer estímulos na idade que o cérebro está se formando, podemos através de educação e  atividade física, levar adultos que foram negligenciados a ter comportamentos menos perniciosos e que através de estímulos adequados poderão ser integrados na sociedade levando uma vida normal e com menos obstáculos, mas claro, que quanto antes isso for aplicado, melhor.

Veja o caso exemplar da cidade de Manaus e antes que os defensores da liberdade , criatividade venham a emitir suas opiniões, quero deixar claro que nessa faixa de idade e até , aproximadamente 21 anos, o cérebro está em formação e é fundamental que esses jovens entendam que existem limites, regras e que se não cumprirem com “os combinados”, sofrerão as consequências.

VEJA O VÍDEO AQUI

O cérebro de um adolescente é repleto de descargas elétricas e uma das partes do cérebro que poderia conter esses impulsos , ainda não está formada e por isso, o jovem vive intensamente cada momento e se atira sem medo e, muitas vezes se dá mal e esse comportamento exagerado vai diminuindo à medida que ele é estimulado pela escola, pelos pais que colocam limites às suas extravagâncias e por volta de 21 anos, para outros, 25 anos, o cérebro já está completamente formado.

Não é por acaso que o maior número de acidentes ocorre entre jovens que não medem as consequências sobre seus atos. O cérebro ignora que o resultado pode ser ruim. A falta de limites impostos pelos pais que acham lindo dar total liberdade aos filhos é o grande responsável pela sociedade doente, desenfreada , consumista , cheia de mimados que enfrentamos no mercado de trabalho- um cérebro desgovernado.

O córtex-prefrontal não foi estimulado o suficiente para seu desenvolvimento completo, aprendendo a priorizar tarefas, evitar distrações e controlar impulsos e por isso, os mimados não toleram frustrações e seus papais se desdobram em agrados comprados nos shoppings.

Isso é educação?

NÃO. Isso é um grande obstáculo ao desenvolvimento do cérebro de seus filhos. Embora você possa achar exagerada a reportagem das Escolas de Manaus , os resultados obtidos são espetaculares e isso é comprovado pelos próprios resultados.

Vale salientar que o contexto dessa reportagem exigia medidas extremas, porém , disciplina, ocupar a mente com coisas úteis, ser estimulado, obedecer regras nessa faixa etária é importantíssimo para o desenvolvimento de um cérebro saudável.

Falo isso, antes que os defensores da criatividade digam que isso atrapalhará o espírito crítico e peço que essas pessoas leiam mais sobre neurociência. O cérebro precisa de regras para poder usar mais tarde com criatividade. Se o cérebro não for bem formado, nada restará além de um zumbi excluído da sociedade e que se revoltará contra essa mesma sociedade com os índices alarmantes de violência que todos conhecem.

Veja aqui outro caso de sucesso, numa escola da Prefeitura de Juiz de Fora, usando a neurociência na educação com outra abordagem.

É preciso entender que a gravidade e o contexto de cada caso , exige uma resposta diferente e a ciência comprova os resultados, mesmo assim.

VEJA O VÍDEO AQUI

Creio que com esses dois exemplos, além de perceber que podemos usar o cérebro de forma mais assertiva e eficaz, podemos ter maneiras diferentes de encarar os problemas dado a gravidade de cada situação, respeitando o contexto em que está inserido.

Espero ter conseguido levar a você a nova fronteira a ser desvendada para que nossa sociedade seja mais justa, produtiva e acima de tudo, educada para um mundo de oportunidades que a ERA DO CÉREBRO vem desvendando.

Marynês Freixo Pereira

Master Wellness & NeuroCoach

Liderança, Vendas e Carreira

DR ESTRANHO ( ÁUDIO) – FICÇÃO OU REALIDADE? O que a neurociência e a física quântica têm a ver com isso?

captura-de-tela-2016-11-21-as-16-17-48

 

Embora não passe de um filme de aventura e ficção, as mensagens são visíveis a quem estuda o tema neurociência e física quântica e quero dividir com você, as minhas reflexões.

Muitos fazem as seguintes perguntas:

– Por que as coisas se repetem em minha vida?

– Tem que ser tão difícil?

– Por que acontece comigo?

Através da análise de algumas cenas do filme correlacionando com neurociência e física quântica que fazem parte do meu trabalho como NeuroCoach, espero levá-lo a refletir sobre a vida e transformar a sua realidade, se for este o seu desejo.

Alguns cientistas já estudam a Teoria das Cordas, Universos paralelos e o Multiverso (veja em Google para maiores informações) , levando cada um de nós a refletir sobre possibilidades de outros universos existirem.

Que diferença isso faz para nosso dia a dia?

– A possibilidade de você estar enganado sobre as suas certezas.

Para continuar a ler ABRA E MUDE A SUA MENTE.

Num diálogo do filme a Anciã que é a Mestre do Dr Estranho, alerta:

-Se quiser aprender terá que esquecer tudo o que você acha que sabe.

E continua:

“Você observa o mundo pelo buraco da fechadura e apesar de todos os seus esforços para alargá-la, esta é apenas uma realidade de muitas”.

Imaginar que a realidade da maneira que você conhece é fruto da sua mente e da forma como você entende o mundo, os problemas, os relacionamentos e que se dominasse sua mente poderia ter uma realidade diferente, creio que seria um bom motivo para entender melhor essas teorias, ou não?

Calma, ainda não temos a possibilidade de interferir no universo como os personagens do filme o fazem, navegando de uma dimensão para a outra, mas , com certeza já podemos calibrar nossa mente para tomarmos a decisão certa, expandindo as oportunidades e percebendo quando está ao lado das pessoas erradas.

A neurociência já estuda através de pesquisas , o poder da comunicação entre duas mentes afirmando que o pensamento é um tipo de energia que se conecta com outras mentes e isso pode, de certa forma, “atrair “ou pelo menos ampliar o seu “buraco da fechadura” ou melhor, a forma como você vê os problemas e buscar as oportunidades.

Embora muitos prefiram ficar reclamando da vida, pretendo falar aqui com aqueles que querem buscar a solução e eliminar a possibilidade de ter pena de si próprios.

As oportunidades estão bem debaixo do seu nariz. Então, por que  a vitimização é tão recorrente? Por que preferem afundar no pântano criado pela própria mente, entrar em depressão ou destruir o corpo com álcool, drogas e excesso de comida?

Alguns devem estar pensando:

– Marynês você não sabe como a minha vida é difícil, estou desempregado, cheio de dívidas e não consigo sair disso.

– Tenho medo de me envolver com outras pessoas, já sofri muito.

– Sempre ganho e perco tudo, não adianta tentar, não saio do lugar

Essas, entre outras reclamações, escuto, constantemente, nas sessões de NeuroCoaching.

Nas sessões busco levar a mente de cada um a buscar a dimensão das possibilidades e isso não tem nada de mágico, nem de misticismo e sim, ciência. Aprender a calibrar e blindar a mente entrando em ação de forma coordenada com a abundância e a prosperidade.

Após algumas sessões, clientes percebem que estão aprisionados nas próprias desculpas, situações e relacionamentos que os arrastam para o abismo e que estes momentos se repetem ao longo de suas vidas.

No filme DR ESTANHO ( o BEM) tem uma cena em que ele negocia a libertação do Planeta Terra das garras de DORMAMMU ( o MAL). Como o MAL não cede aos seus pedidos, Dr Estranho que tem o poder de repetir o tempo ad eternum, faz as cenas entre ambos, voltarem ao início várias vezes , andando para trás e para a frente, para desespero do MAL que implora que ele pare de repetir a cena que começa com o pedido do Dr Estranho para o Mal libertar a Terra, depois, este recusa e mata o Dr Estranho que renasce e a cena recomeça com o pedido do Dr Estranho. O BEM E O MAL, ficam prisioneiros do tempo até que o MAL, enlouquecido com a repetição, decide abandonar a Terra.

Fiz uma correlação com a vida de algumas pessoas:

  • Elas casam e descasam e casam de novo com o mesmo tipo de pessoa que a anterior e os problemas que as levaram à separação , ressurgem no segundo relacionamento levando a mais uma ruptura.
  • Ficam desempregadas, arrumam emprego, ficam felizes, depois de 1 ano voltam a ficar sem emprego.
  • Ganham muito dinheiro, vivem bem, gastam e voltam a ficar sem dinheiro. Perdem tudo e tem que recomeçar.

Existe sem dúvida, um contexto de dificuldade em nosso país que , talvez não exista em outros, mas mesmo assim, por que as pessoas não conseguem agir de forma diferente? Porque fazem sempre as mesmas escolhas?

Resposta:

Porque estão prisioneiras da luta entre o BEM ( a consciência e o que sabe de sua vida) E O MAL ( aquilo que desconhece sobre si próprio). é a eterna luta entre agir e deixar como está; querer arriscar e ter medo do desconhecido; querer ser livre mas ter medo da solidão.

Perceber que está aprisionado em sua própria mente é um choque para alguns e descobrir que são os únicos responsáveis pelo que lhes acontece os deixa confusos:

– Como eu poderia fazer isso, comigo mesmo? Eu não quero vier assim.

-Isso é loucura. Não sou o responsável pelos meus fracassos.

…é o que sempre me dizem , após a constatação de nossas responsabilidades sobre o nosso destino.

O mecanismo autossabotador atua, exatamente, como essa cena do filme em que o tempo se repete com os mesmos acontecimentos.

É preciso ampliar o conhecimento e abandonar o EGO que é uma das propostas da Mestre ao Dr Estranho que estava com grande dificuldade de aprender as novas técnicas. Ver sob outras perspectivas e acreditar nas novas possibilidades , pois, se a mente duvidar ficará presa ao mundo pequeno e avistado pelo buraco da fechadura como explanei no início deste artigo.

Em um dos momentos de aprendizagem Dr Estranho é levado a conhecer a dimensão espelhada que é onde ele pode treinar a mente sem correr riscos. Chamo esse momento de ENSAIO MENTAL, onde, estrategicamente treinamos as possibilidades para quando estivermos diante da realidade, sabermos, exatamente, como agir para sair de situações complicadas.

Para o cérebro qualquer pensamento é real, ele não distingue se é realidade ou sonho. Basta visualizar a imagem em sua mente para acionar todos os neurotransmissores e hormônios que invadem nosso corpo e por isso, seu coração acelera após acordar de um pesadelo ou suas mãos transpiram, antes de uma reunião que você acha que dará errado.

Desculpe, caso eu não esteja conseguindo demonstrar a importância de conhecer melhor a sua mente e como isso influencia em toda a sua vida, desde relacionamentos, carreira, etc.

Hoje, infelizmente, muitos agem como o Dr Estranho antes de ingressar no Templo: um médico neurocirurgião renomado , famoso, arrogante , preso ao ego das vaidades e que somente recorre a uma ajuda após sofrer um acidente de carro que o faz perder a mobilidade das mãos, o instrumento mais valioso da sua carreira.

Desesperado, busca uma solução fora do comum, já que na medicina não deram nenhuma esperança e, assim recorre ao Templo após conhecer um ex-paciente paraplégico que voltou a andar com os ensinamentos que obteve nesse Templo.

Infelizmente, muitos precisam chegar ao extremo de sofrimento, perda, etc. para entrar em ação e dar um basta na prisão do tempo e da “realidade ruim”.

O AUTOCONHECIMENTO é mergulhar nos mistérios da mente e de todas as energias que nos cercam e atura de forma científica mudando a maneira como você reage aos fatos e como se livrar de comportamentos perniciosos que sabotam o seu sucesso.

Tudo é criado em nossa MENTE que é um labirinto desconhecido. Apenas os que tiverem coragem potencializarão o sucesso que viabilizará uma vida plena, próspera e onde problemas existem, mas as soluções aparecem com mais velocidade do que as lamentações e a vitimização.

Mudar o MINDSET essa é a minha proposta, mas sei que é para poucos; apenas para aqueles que querem ir além do óbvio para obter respostas às perguntas sobre os fracassos atuais.

É entrar na TURBULÊNCIA DA MENTE.

Bem vindo ao MINDSET DOS CAMPEÕES.

 

 

 

As pessoas precisam de esperança

As pessoas precisam de esperança

Por que é tão importante acreditar?

Por que muitas pessoas entram em depressão?

O que um mundo caótico causa em nossas mentes?

Como tomar a decisão certa em situações difíceis?

 

Estas e outras perguntas , recebo , diariamente, em meu escritório onde atendo clientes que querem transformar suas vidas e carreiras e não sabem por onde começar.

Você não está sozinho se está se tem essas dúvidas. De fato, é  muito difícil tomar a decisão de transformar a própria vida para 99% das pessoas quando estamos envolvidos, cheios de emoções e sentimentos que nos confundem. Por exemplo: é difícil terminar um relacionamento que não nos satisfaz; mas como falar para a outra pessoa que tudo acabou sem magoá-la? Será a melhor decisão?

Da mesma forma no trabalho: é a melhor hora para mudar de emprego, pedir promoção? O que será da minha família se eu ficar desempregado por muito tempo?

Nosso cérebro toma melhor as decisões quando “vê de fora” a situação entendendo todo o contexto e analisando os fatos, isento da confusão das emoções. Mas como ser “frio” num momento tão difícil?  Essa é a questão: – é quase impossível conseguir isso sozinho porque ao envolver os sentimentos o cérebro entra em “looping” e fica desnorteado e é nessa hora, que alguém confiável poderá alinhar a sua mente e o ajudar a tomar a melhor decisão porque estará vendo a situação de fora e eliminando a influência tendenciosa emocional.

As pessoas de sucesso sabem que precisam de uma ajuda externa, seja de um grande amigo- aquele que fala a verdade-  ou de um especialista na área que você quer mudar: consultor financeiro se você está com problemas no banco; personal trainer se quer ter resultados de alta performance; nutricionista se quer melhorar sua dieta; médico se tem problemas de saúde; coach se quer alavancar sua vida e carreira, etc.

As pessoas fracassadas arrumam desculpas e mais desculpas para justificar, todos os dias, porque elas não conseguem mudar e alcançar os resultados esperados. Deveriam ser mais humildes e procurar ajuda, ainda mais agora, sabendo como o cérebro funciona e que pedir ajuda não é sinal de fraqueza.

As desculpas mais comuns são: falta de tempo, dinheiro e confiança.

Alegam não ter tempo para começar um processo de mudança, porém desperdiçam tempo num esforço absurdo e que não os leva a nada. Trabalham horas demais para fazer coisas que seriam possíveis em apenas  2 horas, se usassem a mente estratégica, por exemplo. A cada dia afundam mais nos problemas e ficam sem esperança de sair dessa rotina. Deveriam pensar em novas estratégias se querem que o resultado seja diferente.

O cérebro preocupado e assustado está inundado de cortisol e isso dificulta enxergar a realidade. Pode parecer para quem vê de fora que a pessoa está fazendo tudo errado e que no lugar dela faríamos diferente mas  o cortisol a deixa irritada e sem visão do que, de fato, está acontecendo .

Falta de dinheiro , também é uma das desculpas. Reclamam que não podem contratar um especialista para ajudá-los, mas gastam muito em supérfluos tentando obter prazer para amenizar o sofrimento. Estão descontrolados gastando dinheiro na esperança de que isso amenize a sua dor. Quando extrapolam, alegam que merecem “se dar a esse luxo”, pois, trabalham muito . Mas qual é a prioridade? Curar o problema ou apenas anestesiar a dor?

 Não confiar em outras pessoas é uma justificativa comum, preferem fazer tudo sozinhos. Concordo que devemos investigar os profissionais que vamos contratar, ainda mais numa época em que as pessoas perderam a vergonha de mentir para se dar bem, mas essa desculpa é fácil de ser removida, bastando investigar bastante todos antecedentes e histórico do profissional que você pretende contratar para lhe ajudar a a sair desse problema.

Tudo é uma questão de dar o primeiro passo. No caos não é possível tomar decisão.

Então pense na sua situação atual e inunde seu cérebro de esperança elaborando um simples e fácil PLANO DE AÇÃO:

 

  1. Qual seria a situação ideal se seu problema fosse resolvido?
  2. E como você pode viabilizar isso, de acordo com sua situação atual?
  3. Se você está com problemas familiares, financeiros, de relacionamento, profissional, escolha apenas um deles .
  4. Agora que escolheu, qual o primeiro e simples passo que dará, ou melhor, qual o movimento que fará para resolver isso? Contratar um coach, um consultor, um personal, ler um livro, fazer um curso?
  5. Como você viabilizará isso? Falará com amigos, pedirá empréstimo? Escreva de forma simples e fácil de realizar, nada de planos mirabolantes e que você engavetará depois de uma semana.

 

O importante é você resgatar a ESPERANÇA . Nosso cérebro precisa dessa visão de futuro focada em solução. A falta de objetivo e esperança são as grandes causas, entre outras, das doenças, mortes , depressão, suicídio. O cérebro “desliga” se você não comandar o caminho, “o norte”. Esse é o alimento que mantém o cérebro vivo.

Escolha o caminho que o levará ao sucesso com maior velocidade, otimizando resultados. Entre em AÇÃO , só depende de você. Comece JÁ. Deixe para trás as desculpas e tudo o que você já “empurrou com a barriga”.

O cérebro não tolera admitir que está FRACASSADO , a mensagem é horrível e traumática. É como se fosse um concreto obstruindo o seu caminho para oportunidades de alcançar a prosperidade e sucesso.

Inunde seu cérebro de esperança e depois, conte quais foram os seus resultados.

DÊ O PRIMEIRO PASSO AGORA.

 

 

 

 

 

 

COMO BLINDAR SUA MENTE CONTRA GENTE NEGATIVA?

blindar-a-mente

COMO BLINDAR SUA MENTE CONTRA GENTE NEGATIVA?

Já passou pela sua cabeça que você pode estar “dormindo” com o inimigo? Porque mesmo que você se empenhe parece que as coisas insistem em dar errado em sua vida.

 

Nas sessões de coaching alguns clientes descobrem que seus problemas repetitivos podem ser gerados pela influência de pessoas muito próximas e até íntimas que tem a capacidade de “minar” sua mente apontando , diariamente, seus erros, desestimulando suas tentativas e com excesso de críticas e poucos estímulos. Ao lado dessas pessoas você se sente invalidado, incompetente, impotente e passa a acreditar nisso e sua vida entra numa espiral descendente de erros, fracassos, vai de mal a pior e você parece não conseguir sair desse “pântano”.

 

Como alguém tão próximo e que aparentemente o ama, pode agir assim prejudicando você?

 

Com a melhor das intenções essas pessoas tão queridos por nós acabam destruindo nossos sonhos, pois, agem com excesso de precaução e avisos alarmistas na tentativa de nos proteger porque aprendeu a agir de forma negativa, emocional e com medo. Esse comportamento demonstra o quanto muitos se sentem indefesos, impotentes e incompetentes.

 

Algumas pessoas tem gravado em sua mente cultural que alguém surgirá para o ajudar; algum salvador da pátria corrigirá nossas vidas; que ser coitado e fracassado  é o normal e que quem é bem sucedido e rico não pode ser honesto. Esses equívocos aprendidos fazem parte do inconsciente coletivo brasileiro que aprendeu a agir assim, de maneira dependente e terceirizando o seu destino.

 

Quem nunca ouviu alguém falar:

– Você foi promovido porque seu chefe tem algum outro interesse.

– Aquela pessoa te ajuda porque ela quer “algo mais” com você.

– Não adianta tentar, na nossa família sempre foi difícil conseguir as coisas, seremos sempre pobres.

– Já tentamos isso e deu errado antes.

– Você sempre faz tudo errado

– Você não dá certo em nada

 

Quem escuta esse tipo de comentário, acaba acreditando e interrompendo qualquer tentativa de êxito na própria vida. Prefere ficar num canto quietinho do que tentar e arcar com a possibilidade de fracassar.

Mas como blindar minha mente dessa contaminação? Como interromper os ciclos de fracasso?

Assuma que embora essa pessoa queira o seu bem, na melhor das intenções ela pode estar errada a seu respeito

Agradeça os conselhos dessa pessoa e diga que você fica feliz com a preocupação dela, mas faça aquilo que você acredita e que já planejou fazer, claro, baseado em fatos concretos e que te levem ao sucesso.

Faça uma retrospectiva da sua vida e verifique os momentos de perseverança, sucesso e os momentos em que fracassou. Como foi seu comportamento nesses momentos? Com certeza era de confiança nos momentos de sucesso e de medo nos momentos em que você fracassou.

Não se deixe contaminar pelo MEDO que é dessa pessoa e não, seu.

Após ouvir um comentário negativo, repita para você mesmo e busque fatos em sua vida: EU NÃO SOU ASSIM, O FATO É QUE CONSEGUI REALIZAR…..( aqui você lisa suas realizações, é sempre bom relembrar o passado)

Não dê papo para quem quer te desmotivar e acabar com sua autoestima. Pergunte a essa pessoa: – Porque você age dessa maneira comigo? O que foi que eu fiz para merecer isso? Por que você é tão…( negativo, crítico, pessimista, etc) em relação a mim?

Pare de pedir a opinião de pessoas negativas e excessivamente críticas e não conte mais seus planos para eles, mantenha segredo.

Lembre que sua mente absorve energia e manda comandos ao corpo para ter um determinado comportamento, seja de PERSEVERANÇA OU DE MEDO. É como um rádio que você busca sintonizar numa estação AM ou FM , sem ruídos e com boa qualidade de transmissão. Se você baixar sua energia com pensamentos ruins, infelicidade, medo , sintonizará nessa onda de frequência baixa e abrirá a mente para pessoas com a  mesma frequência baixa e que tenho certeza não lhe ajudarão em nada. A mente é como um WIFI (wireless) , sem senha, onde qualquer um acessa e tumultua sua mente com pensamentos tóxicos como se fossem um vírus que ataca computadores. Isso é explicado pela FÍSICA QUÂNTICA, portanto , ciência.

Não quero dizer que você deva viver falsamente feliz, se a sua realidade não permite, isso seria alienação. Quero que você aprenda a ressignificar a realidade, entendendo qual a sua responsabilidade sobre o destino e verificando quando esses “sugadores” de energia entram em ação e mudam para pior o rumo da sua vida. Se você os alertar poderá, inclusive os levar a perceber que não estão ajudando agindo assim e quem sabe eles , se o amarem de verdade, mudarão a forma de se comportar com você.

VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL PELA SAÚDE DA SUA MENTE E DO SEU DESTINO. BLINDE JÁ E SEJA BEM–SUCEDIDO.

 

Marynês Freixo Pereira

Master NeuroCoach

Liderança, Vendas,Carreira & Wellness