As pessoas precisam de esperança

As pessoas precisam de esperança

Por que é tão importante acreditar?

Por que muitas pessoas entram em depressão?

O que um mundo caótico causa em nossas mentes?

Como tomar a decisão certa em situações difíceis?

 

Estas e outras perguntas , recebo , diariamente, em meu escritório onde atendo clientes que querem transformar suas vidas e carreiras e não sabem por onde começar.

Você não está sozinho se está se tem essas dúvidas. De fato, é  muito difícil tomar a decisão de transformar a própria vida para 99% das pessoas quando estamos envolvidos, cheios de emoções e sentimentos que nos confundem. Por exemplo: é difícil terminar um relacionamento que não nos satisfaz; mas como falar para a outra pessoa que tudo acabou sem magoá-la? Será a melhor decisão?

Da mesma forma no trabalho: é a melhor hora para mudar de emprego, pedir promoção? O que será da minha família se eu ficar desempregado por muito tempo?

Nosso cérebro toma melhor as decisões quando “vê de fora” a situação entendendo todo o contexto e analisando os fatos, isento da confusão das emoções. Mas como ser “frio” num momento tão difícil?  Essa é a questão: – é quase impossível conseguir isso sozinho porque ao envolver os sentimentos o cérebro entra em “looping” e fica desnorteado e é nessa hora, que alguém confiável poderá alinhar a sua mente e o ajudar a tomar a melhor decisão porque estará vendo a situação de fora e eliminando a influência tendenciosa emocional.

As pessoas de sucesso sabem que precisam de uma ajuda externa, seja de um grande amigo- aquele que fala a verdade-  ou de um especialista na área que você quer mudar: consultor financeiro se você está com problemas no banco; personal trainer se quer ter resultados de alta performance; nutricionista se quer melhorar sua dieta; médico se tem problemas de saúde; coach se quer alavancar sua vida e carreira, etc.

As pessoas fracassadas arrumam desculpas e mais desculpas para justificar, todos os dias, porque elas não conseguem mudar e alcançar os resultados esperados. Deveriam ser mais humildes e procurar ajuda, ainda mais agora, sabendo como o cérebro funciona e que pedir ajuda não é sinal de fraqueza.

As desculpas mais comuns são: falta de tempo, dinheiro e confiança.

Alegam não ter tempo para começar um processo de mudança, porém desperdiçam tempo num esforço absurdo e que não os leva a nada. Trabalham horas demais para fazer coisas que seriam possíveis em apenas  2 horas, se usassem a mente estratégica, por exemplo. A cada dia afundam mais nos problemas e ficam sem esperança de sair dessa rotina. Deveriam pensar em novas estratégias se querem que o resultado seja diferente.

O cérebro preocupado e assustado está inundado de cortisol e isso dificulta enxergar a realidade. Pode parecer para quem vê de fora que a pessoa está fazendo tudo errado e que no lugar dela faríamos diferente mas  o cortisol a deixa irritada e sem visão do que, de fato, está acontecendo .

Falta de dinheiro , também é uma das desculpas. Reclamam que não podem contratar um especialista para ajudá-los, mas gastam muito em supérfluos tentando obter prazer para amenizar o sofrimento. Estão descontrolados gastando dinheiro na esperança de que isso amenize a sua dor. Quando extrapolam, alegam que merecem “se dar a esse luxo”, pois, trabalham muito . Mas qual é a prioridade? Curar o problema ou apenas anestesiar a dor?

 Não confiar em outras pessoas é uma justificativa comum, preferem fazer tudo sozinhos. Concordo que devemos investigar os profissionais que vamos contratar, ainda mais numa época em que as pessoas perderam a vergonha de mentir para se dar bem, mas essa desculpa é fácil de ser removida, bastando investigar bastante todos antecedentes e histórico do profissional que você pretende contratar para lhe ajudar a a sair desse problema.

Tudo é uma questão de dar o primeiro passo. No caos não é possível tomar decisão.

Então pense na sua situação atual e inunde seu cérebro de esperança elaborando um simples e fácil PLANO DE AÇÃO:

 

  1. Qual seria a situação ideal se seu problema fosse resolvido?
  2. E como você pode viabilizar isso, de acordo com sua situação atual?
  3. Se você está com problemas familiares, financeiros, de relacionamento, profissional, escolha apenas um deles .
  4. Agora que escolheu, qual o primeiro e simples passo que dará, ou melhor, qual o movimento que fará para resolver isso? Contratar um coach, um consultor, um personal, ler um livro, fazer um curso?
  5. Como você viabilizará isso? Falará com amigos, pedirá empréstimo? Escreva de forma simples e fácil de realizar, nada de planos mirabolantes e que você engavetará depois de uma semana.

 

O importante é você resgatar a ESPERANÇA . Nosso cérebro precisa dessa visão de futuro focada em solução. A falta de objetivo e esperança são as grandes causas, entre outras, das doenças, mortes , depressão, suicídio. O cérebro “desliga” se você não comandar o caminho, “o norte”. Esse é o alimento que mantém o cérebro vivo.

Escolha o caminho que o levará ao sucesso com maior velocidade, otimizando resultados. Entre em AÇÃO , só depende de você. Comece JÁ. Deixe para trás as desculpas e tudo o que você já “empurrou com a barriga”.

O cérebro não tolera admitir que está FRACASSADO , a mensagem é horrível e traumática. É como se fosse um concreto obstruindo o seu caminho para oportunidades de alcançar a prosperidade e sucesso.

Inunde seu cérebro de esperança e depois, conte quais foram os seus resultados.

DÊ O PRIMEIRO PASSO AGORA.

 

 

 

 

 

 

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *