A INVEJA NO AMBIENTE DE TRABALHO.

a-inveja-no-trabalho

 

A INVEJA NO AMBIENTE DE TRABALHO E COMO NOS DEFENDERMOS DELA.

 Hoje decidi falar sobre um dos pecados capitais: a inveja e como podemos nos livrar dela.

O que eu faço com os invejosos que no meu trabalho querem me prejudicar?

Essas perguntas escuto nas sessões de Neurocoaching de clientes que querem entender como funciona a mente do invejoso. O mais curioso é que quem faz essa pergunta, é um profissional competente e faz seu trabalho corretamente, embora sofra pressão de pessoas inescrupulosas.

Por conta disso, muitos desses profissionais competentes que são perseguidos em seu ambiente de trabalho , acham que eles é que estão errados por se destacar dos demais, reforçando assim o que a ditadura da minoria- uma sociedade de invejosos-  deseja: nivelar por baixo todas as pessoas.

O que seria uma virtude acaba se transformando num defeito, constituindo uma verdadeira inversão de valores atacando, frontalmente, as competências que são necessárias dentro das empresas. A minoria de invejosos forçando aqueles que se destacam a não demonstrar todas as suas habilidades. É o típico discurso: “vai devagar, não precisa ter tanta pressa, leva dois dias para entregar, senão vamos ter mais trabalho para fazer. “

Essa minoria de “VÍTIMAS DO DESTINO”, normalmente culpam os outros pelos seus fracassos e o COITADISMO parece ser a prática rotineira dos que se acham menos favorecidos pela vida e sentem que os competentes, os bem-sucedidos, os felizes, os ricos é que estão usurpando toda a sua prosperidade.

Você já deve ter visto vários programas de TV que transformam a vida de pessoas, tirando-as da pobreza, melhorando o visual, etc; abertura de palestras onde o profissional começa contando todas as desgraças que ocorreram em sua vida e finaliza com uma lição moral do tipo “VOCÊ TAMBÉM PODE SER BEM SUCEDIDO ”compre a minha fórmula para o sucesso.”

Essas práticas que chamarei de “JORNADA DO HERÓI” geram audiência e comovem as pessoas gerando empatia , mas é uma técnica que mobiliza o cérebro humano facilitando a negociação, a venda, fechamento de contratos porque toda essa comoção  desvia a atenção da realidade e com o coração abalado é mais fácil fazer pessoas comprarem , mesmo sem precisar; fazer doações sem checar a idoneidade da empresa; fechar contratos cegamente sem ler as cláusulas. Qualquer semelhança com algum evento que você tenha participado não é mera coincidência. Nessas situações artificialmente criadas, com objetivo de você “baixar a guarda” e não criar obstáculos para a negociação em curso.

Confesso que essas técnicas são muito explícitas para mim e se tornaram cansativas de tanto que são usadas pelos “Marqueteiros de plantão”, comigo não surtem mais nenhum efeito.

Gosto mais das abordagens que falam de prosperidade, oportunidades, claro que sem arrogância e mostrando que sucesso foi feito para qualquer um e não precisa ser precedido de uma desgraça em sua vida; as pessoas que terão sucesso não são só aquelas que passaram pela JORNADA DO HERÓI que é difícil e cheia de obstáculos. O pote de ouro não está apenas no final do arco-íris e sim em todos os lugares para todas as mentes que são treinadas e focadas em soluções e que não perdem tempo falando de suas desgraças ou de um passado difícil e perturbador.

E num país supersticioso que fala de “olho-gordo” e que se você demonstrar os seus sucessos , a sua felicidade , isso não gerará inveja?

SIM, PODE GERAR.

O exibicionismo, ou você se vangloriar de situações felizes da sua vida gera hostilidade em pessoas que se sentem inferiorizadas e que recebem essa sua comunicação seja verbal ou através das redes sociais- postagens- como uma agressão. Infelizmente, com as redes sociais esse comportamento psicótico se exacerba e é uma ponte para a inveja.

Isso não quer dizer que você tenha que se fazer de  COITADINHO  e quero deixar claro que respeito histórias de vida difíceis , assim como respeito e admiro histórias de todos que prosperaram de forma lícita e ética e que fazem a diferença em nossas vidas, sem, necessariamente  terem vivido  embaixo de pontes, tido uma doença grave, ou ficado preso dias e dias em uma caverna.

O que você precisa saber é que inveja é um traço evolucionário, faz parte do cérebro e é importante porque nos faz querer mais, querer conquistar, buscar oportunidades, nos desafia a querer as mesmas condições que as pessoas que fazem parte do nosso grupo de amigos, familiares, colegas de trabalho, etc. Você se espelhar na pessoa de sucesso para ser igual a ela. Isso é um comportamento, absolutamente normal.

O problema é a distorção doentia da inveja na nossa sociedade e agravado pelo comportamento de políticos, pelas mensagens propagadas nas novelas com seus vilões que para se dar bem articulam suas maldades, um verdadeiro vale-tudo, como se tais atitudes fossem normais.

Invejosos não poupam esforços para usar manipulação destrutiva, promover sabotagens para que o outro perca. A ideia do invejoso é destruir quem é melhor do que ele, nivelar por baixo, assim ele mesmo não precisa lutar ou se esforçar. Pensa que se tirar da frente dele aquela pessoa que tem mais sucesso, voltará a se sentir uma pessoa normal, apesar de ser um “zero à esquerda” , pois, o objeto de comparação foi removido. Aristóteles em 4   A.C. já falava da inveja no ambiente de trabalho.

E antes que você argumente que não está preocupado com isso e que prefere trabalhar e fazer a sua parte, darei razões apoiadas na física quântica para que você se defenda dos invejosos:

  1. Essa energia é ruim, densa e de frequência baixa em hertz, suga sua vitalidade.
  2. Para blindar sua mente você só precisa ficar longe de gente assim.
  3. Ser competente e praticar a comunicação assertiva e ao perceber que as coisas não caminham na direção que você quer, fale comas pessoas envolvidas e deixe claro as suas opiniões. Não aposte que as coisas irão se acertar naturalmente se você não fizer nada
  4. Seja coerente entre o que você fala e pratica.
  5. Porque você merece ser feliz e defender os seus direitos sem deixa que uma pessoa manipule a sua carreira, o seu cargo e te dê uma rasteira porque essas atitudes são claras e você pode fazer que não está percebendo, mas os sinais estão todos aí.

O que você pode fazer para ficar distante dos invejosos?

  1. Evite contar seus planos e projetos. Se tiver que mostrar alguma coisa que seja depois que está realizado, concretizado.
  2. Não faça nem participe de fofocas que incluem comentários sobre a vida dos outros.
  3. Perceba comentários tendenciosos, são indícios de pessoa invejosa. Todo comentário quando é uma crítica construtiva é sempre respaldado de fatos reais, seguido de dados, números e que comprovam o que a pessoa está falando.
  4. “Puxadas de tapete” são precedidas de vários sinais. Invejosos anunciam em “pílulas”, as suas maldades. Fique alerta e não ignore os avisos, mas nada de ficar neurótico.
  5. Cuidado com a arrogância da certeza, isto é, achar que você é imbatível porque é competente o que seria normal e ótimo, mas , infelizmente, já vi muita gente competente perder emprego porque achou que não precisava se defender das maldades. Isso é questão de estratégia e ficar cego para os fatos me parece burrice

Saiba que sem a inveja não haveria PROGRESSO e com ela não há PAZ.

Bem-vindo ao PLANETA TERRA.

CHOQUE DE REALIDADE

Marynês Freixo Pereira

Master NeuroCoach

Liderança, Vendas e Carreira

 

 

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *